Conecte-se Conosco

Transporte

Criminoso confessa que levou assassino do PM à região de chácaras a mando de líder de facção

Publicado

em

Reprodução/Lapada Lapada

Em depoimento à polícia, Pedro Henrique Pereira dos Santos Silva, de 32 anos, confessou ter dado apoio à fuga de Rafael Amorim de Brito, de 28 anos, acusado de matar o sargento da Polícia Militar, Odenil Alves Pedroso, praticado no dia 28 de maio nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Ele alegou ter ajudado o criminoso a pedido de uma das lideranças da facção criminosa Comando Vermelho, identificado apenas como “DG”, que também está sendo procurado pelas forças de segurança por participação no homicídio do militar que levou Raffael até uma região de chácaras na Capital.

No depoimento, Pedro Henrique afirmou que DG deu ordens para que ele buscasse Rafael no Centro Comunitário do bairro Nova Conquista, onde ele estava escondido. Em seguida, deixou o suspeito em uma região de chácaras na zona rural de Cuiabá conhecida como “Monte Sinai”.

Pedro Henrique foi preso no domingo (9), no bairro Novo Paraíso, em Cuiabá. Ele foi encontrado depois que equipes da Força Tática receberam informações de que um veículo Chevrolet Ônix, utilizado para dar apoio à fuga de Rafael Amorim estava estacionado na frente de uma casa do bairro.

Publicidade

Em patrulhamento, os policiais avistaram o veículo estacionado na residência quando Pedro saia do imóvel. Ao ver os militares, o suspeito tentou correr, mas foi alcançado.

Questionado sobre o motivo da fuga, o suspeito confessou que é integrante do Comando Vermelho e que teria recebido ordens para dar apoio na fuga de Raffael após o homicídio do sargento Odenil Alves Pedroso, e que tinha o deixado numa região rural conhecida como Monte Sinai. Então, Pedro repassou a localização de ‘DG’, que mora com a mãe, também no bairro Novo Paraíso.

Após a denúncia, as equipes se deslocaram até o endereço informado e efetuaram abordagem de um jovem, de 19 anos, e de uma mulher, de 50 anos. Na ação, a suspeita desacatou os policiais militares. Eles foram apreendidos com uma porção de substância análoga à maconha. Mas, os agentes não encontraram “DG”. Os policiais foram informados de que o suspeito mudou de cidade, depois do aumento do policiamento devido às buscas por Raffael.

BUSCAS

As forças de segurança de Mato Grosso mantêm as buscas pelo autor do homicídio do sargento Odenil, que está foragido desde o dia 28 de maio. O militar foi morto em frente a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro em Cuiabá. O Governo de Mato Grosso ofereceu uma recompensa de R$ 10 mil para quem fornecer informações sobre o paradeiro do suspeito.

Publicidade

HNT

Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com

 

Mídia Rural, sua fonte confiável de informações sobre agricultura, pecuária e vida no campo. Aqui, você encontrará notícias, dicas e inovações para otimizar sua produção e preservar o meio ambiente. Conecte-se com o mundo rural e fortaleça sua

Continue Lendo
Publicidade
Clique Para Comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Transporte

PM e PRF prendem dupla com tabletes de cocaína escondidos em fundo falso de lancha em Nova Nazaré

Publicado

em

Foto: Assessoria PM

 

Policiais militares apreenderam, nesta terça-feira (11.06), um veículo Corola, uma lancha e cinco tabletes de cocaína, em uma ação integrada com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O flagrante foi feito durante abordagem na MT-326, no município de Nova Nazaré. Dois homens, de 44 e 52 anos, foram presos por tráfico.

As equipes realizavam barreiras a fim de prevenir e combater infrações de trânsito e irregularidades de veículos na região quando receberam a denúncia de que condutor de um Corolla estava transportando entorpecentes.

Após a denúncia, as equipes intensificaram o policiamento e, em certo momento, identificaram o carro com os dois homens. O veículo transportava um reboque com uma lancha.

Publicidade

Questionados quanto à documentação dos veículos, os suspeitos informaram que não possuíam. Em seguida, os agentes realizaram uma busca veicular e identificaram um fundo falso no interior da lancha.

No local, as equipes apreenderam cinco tabletes de pasta base de cocaína escondidas no assoalho da embarcação. A dupla não revelou a origem e destino dos produtos ilícitos. Os suspeitos, o veículo, a lanche e os entorpecentes foram encaminhados à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências cabíveis.

Disque-denúncia   

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Wellyngton Souza | PMMT/AguaBoaNews

Publicidade

Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com

Continue Lendo

Transporte

PF apura desvios do fundo partidário e eleitoral destinado ao PROS nas eleições de 2022

Publicado

em

PF/RO

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (12) a Operação Fundo no Poço, com o objetivo de desarticular organização criminosa responsável por desviar e se apropriar de recursos do fundo partidário e eleitoral nas eleições de 2022, destinados ao extinto PROS, que se fundiu ao Solidariedade.

Segundo o UOL, o alvo principal da operação é Eurípedes de Macedo Júnior, fundador do Pros e atual presidente do Solidariedade. Ele está foragido.

As investigações tiveram início a partir de denúncia do então presidente do partido em desfavor de um ex-dirigente suspeito de desviar aproximadamente R$ 36 milhões.

Estão sendo cumpridos 7 mandados de prisão preventiva, 45 mandados de busca e apreensão em dois estados (GO e SP) e no DF, bloqueio e indisponibilidade de R$ 36 milhões e o sequestro judicial de 33 imóveis, deferidos pela Justiça Eleitoral do DF.

Publicidade

Já foram presos Cintia Lourenço da Silva, primeira-tesoureira do Solidariedade; Alessandro Souza da Silva, o Sandro do Pros, e Berinaldo da Ponte, ex-deputado distrital.

Por meio de Relatórios de Inteligência Financeira e da análise de prestações de contas de supostos candidatos, foram localizados indícios que apontam para existência de uma organização criminosa estruturalmente ordenada com o objetivo de desviar e se apropriar de recursos do Fundo Partidário e Eleitoral, utilizando-se de candidaturas laranjas ao redor do país, de superfaturamento de serviços de consultoria jurídica e desvio de recursos partidários destinados à Fundação de Ordem Social (FOS) – fundação do partido.

Os atos de lavagem foram identificados por meio da constituição de empresas de fachada, aquisição de imóveis por meio de interpostas pessoas, superfaturamento de serviços prestados aos candidatos laranjas e ao partido.

Os envolvidos estão sendo investigados pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, furto qualificado, apropriação indébita, falsidade ideológica eleitoral e apropriação de recursos destinados ao financiamento eleitoral.

FONTE: ASSESSORIA COMUNICATIVA – PF/RO

Publicidade

Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com

Continue Lendo

Transporte

Polícia Civil deflagra Operação Vindicta

Publicado

em

PJC

Na manhã de terça-feira (11), a Polícia Civil de Rondônia, por meio da Delegacia de Machadinho d’ Oeste-RO, deflagrou a “Operação Vindicta”, com a finalidade de cumprir quatro medidas cautelares (prisão e buscas) decorrentes de investigação que apura o crime de homicídio qualificado do qual teria sido vítima o venezuelano José Leonidas Vizcaya Monsalve, 29 anos.

A vítima estava desaparecida desde o dia 12 de maio deste ano. As investigações apontaram que os suspeitos atraíram a vítima para um local, a mataram, queimaram o corpo, esconderam em uma cova, situada no terreno de um dos investigados, e posteriormente, o jogaram nas águas do Rio Belém.

O nome da operação, cuja tradução é vingança, faz referência à motivação do crime, vez que a vítima teria agredido a ex-companheira e um dos investigados na noite anterior ao crime.

Com as diligências de hoje, será possível identificar outros envolvidos.

Publicidade

FONTE: ASSESSORIA COMUNICATIVA – PC/RO

Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade Enter ad code here

Tendência