Últimas Notícias
Destaques

Na Cotrijal, Rio Grande do Sul apresenta nova previsão de safra e fala em recordes

O Rio Grande do Sul projeta uma colheita superior a 35,023 milhões de toneladas de grãos, cultivados em uma área plantada que ultrapassa 8,43 milhões de hectares. A soja, principal cultura em termos de área e produção no Estado, tem estimativa de produção em torno de 22,24 milhões de toneladas, em uma área plantada de 6,68 milhões de hectares. “Os números da soja são muito bons e colocam a safra 2023/2024 no topo do ranking da linha do tempo, quando comparamos com anos anteriores. No ano passado a safra ficou em décimo e este ano subimos à primeira posição se confirmada esta estimativa. Em relação à safra anterior, que sofreu os efeitos da estiagem, na soja teremos um acréscimo de 70,83% na produtividade, 71,52% na produção e 0,35% na área plantada”, disse diretor técnico da Emater/RS, Claudinei Baldissera. O arroz irrigado, conforme dados do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), ocupa uma área de 900.203 hectares, com uma estimativa de produtividade de 8.325 kg/ha e uma produção prevista de mais de 7,49 milhões de toneladas. Quanto ao milho, essencial em diversas atividades produtivas, a área plantada é de 812.795 hectares, com uma projeção de produção de 5,20 milhões de toneladas. No que se refere ao feijão, na 1ª safra, cultivada em 25.264 hectares, a produção atingiu aproximadamente 48,54 mil toneladas. Já na 2ª safra, com uma área de 19.900 hectares, a estimativa é de uma produção de 31,20 mil toneladas. Destaca-se que a soja apresenta uma estimativa média de 3.329 kg/ha no Rio Grande do Sul, representando um aumento significativo de 70,83% em comparação com a safra anterior, que registrou 1.949 kg/ha. A cultura do milho também obteve um aumento na produtividade, alcançando 32,23% em relação à safra 2022/2023. A estimativa atual é de uma produtividade média de 6.401 kg/ha, comparada aos 4.841 kg/ha registrados no ano passado. O anúncio foi feito nesta terça-feira (05.03), durante a Expodireto Cotrijal, que está sendo realizada (vai até sexta, 8), na cidade de Não-Me-Toque (280 km da capital, Porto Alegre) por técnicos da Emater/RS-Ascar, e secretarias estaduais de Desenvolvimento Rural (SDR) e Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) e de Agricultura do Rio Grande do Sul. O evento, que teve a presença do secretário da Agricultura, Giovani Feltes, reuniu diversas lideranças e autoridades do agronegócio gaúcho. Os dados foram coletados pelos escritórios municipais da Emater/RS-Ascar, revisados e compilados pelas gerências Técnica (GET) e de Planejamento (GPL) junto aos regionais. Fonte: Pensar Agro Foto: Reprodução Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário