Últimas Notícias
Destaques

Suplementação luminosa: colheita em área experimental gera expectativa

A terça-feira-feira (27) vai revelar a performance a campo de técnicas de cultivo consideradas inovadoras e que, dependendo do resultado, poderão se transformar em revolução ao cultivo das principais commodities brasileiras. A partir das 8h30 vai acontecer a colheita de grãos em área experimental da Fienile no Show Rural Coopavel. O ato contará com a presença de diretores e corpo técnico da empresa, que é de Minas Gerais e está presente no Espaço Impulso, além de profissionais da Coopavel e produtores. O presidente da cooperativa, Dilvo Grolli, também estará presente. A estimativa de colheita na área é de produtividade superior à média regional. “Todos estão ansiosos em conhecer, na prática, o resultado das soluções da empresa”, diz o gerente de Inovação Kleberson Angelossi. Dois níveis Nas áreas de plantio no parque foram alternados o cultivo de soja, milho e feijão. Os espaços foram divididos em dois níveis de tecnologia: o primeiro com a Tecnologia Irriluce, irrigação d’água e o conjunto de tecnologias e manejo; o segundo com a Irriluce e o conjunto de tecnologias e manejo, porém sem a utilização de irrigação d’água. O que é? A tecnologia Irriluce consiste na junção de tecnologias com a utilização de módulos led acoplados ao pivô de irrigação para suplementar luz e criar estímulos nas plantas durante a noite e dias nublados e chuvosos trazendo inúmeros benefícios, além do pivô que não irriga água. As luzes que iluminam a lavoura durante a noite promovem um verdadeiro espetáculo e encantamento, mas o produtor que decide investir é orientado da necessidade do conjunto tecnológico agronômico, técnico e científico para o sucesso da Suplementação Luminosa. Todo trabalho está atrelado a um aparato tecnológico desde o pivô à utilização da vazão d’água, nutrição e recuperação de estrutura de solo, manejo ligado a tecnologias como remineralizadores de solo, entre outras. Por Show Rural Foto: Reprodução/Show Rural Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário