Últimas Notícias
Destaques

Sistema de agrorrastreabilidade para cultura do arroz

Uma das novidades da 34ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz e Grãos em Terras Baixas é o espaço Arena Digital Uma das novidades da 34ª Abertura Oficial da Colheita do arroz e Grãos em Terras Baixas é o espaço Arena Digital, espaço focado em inovação e tecnologia em parceria com a Secretaria Estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia do RS, que contou com a participação da Embrapa ao apresentar no primeiro dia de evento, 21 de fevereiro, às 16h, o que é e como funciona o Sistema Brasileiro de Agrorrastreabilidade para cultura do arroz, o SIBRAAR/Embrapa. O Sistema Brasileiro de Agrorrastreabilidade (Sibraar), foi desenvolvido por equipe da Embrapa Agricultura Digital, apresentado pelo pesquisador Alexandre de Castro, atualmente transferido para Embrapa Clima Temperado, à cadeia do arroz. A tecnologia permite armazenar dados de fabricação do produto em blocos digitais, usando a blockchain, para construir uma sequência temporal e imutável dos registros. “O sistema garante a integridade das informações geradas ao longo do processo, podendo ser utilizada nas diversas etapas da cadeia, da produção, processamento e beneficiamento à comercialização”, aponta Castro. Durante a palestra, o pesquisador destacou as vantagens de um produto ter rastreabilidade. “Quando se faz a rastreabilidade são apresentadas oportunidades de certificação de qualidade, de promover a produção sustentável - exigido especialmente por consumidores externos ao Brasil - dar maior controle dos processos e agregar um diferencial competitivo ao produto”, disse Castro. O pesquisador citou o exemplo que ocorreu com a cadeia do açúcar onde o produto - açúcar demerara - ao usar do processo da rastreabilidade, saltou seu valor comercial de 1 real para 15 reais. De acordo com ele, o processo de rastreabilidade conta com a divulgação das etapas de produção, e para isso, o envolvimento do produtor, do conjunto de informações detalhadas do produto e o que dá o estabelecimento de confiança com o mercado. Uma das principais beneficiadoras de arroz do país, a Arrozeira Pelotas, terá o primeiro piloto de validação do Sibraar na cadeia, por meio da Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz). ‘Em maio, os produtos da empresa devem circular com QR Code para consulta de consumidores finais”, adianta Castro. Para o piloto do arroz, o sistema está sendo operado pela empresa Ferpall Tecnologia. Os arrozeiros interessados em conhecer sobre este projeto com Arrozeira Pelotas poderão participar, previamente inscritos, do evento Dia do Produtor na Indústria, que ocorrerá dia 29 de fevereiro, a partir das 8h30, na própria indústria, na Estrada da Cascata, em Pelotas. EMBRAPA Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário