Últimas Notícias
Destaques

Perspectivas e estratégias: Cenário atual e comercialização de soja para 2023/24

A consultoria Agro e Mesa Agro Itaú BBA divulgou em fevereiro de 2024 uma análise detalhada do cenário atual e das estratégias de comercialização para a safra de soja 2023/24. Acompanhe as principais informações e recomendações destacadas pelos especialistas: Produção e Oferta Global A América do Sul, com a maior produção regional, influencia a oferta global de soja. Apesar de um corte na safra brasileira confirmado pelo USDA, os números vieram acima do esperado, com a produção argentina também apresentando crescimento. Estimativas apontam que a região pode aumentar a oferta internacional em cerca de 20 milhões de toneladas em comparação com a safra anterior, impactando os preços em Chicago. Demanda Chinesa e Estoques A demanda desacelerou na China, influenciada por margens de esmagamento negativas e estoques próximos às máximas dos últimos 5 anos. O USDA projeta crescimento no consumo e importações de soja pela China, mas o ritmo de crescimento econômico do país é um fator crucial para os preços globais. Posição de Fundos e Comercialização no Brasil Fundos têm liquidado posições, passando de "comprados" para "vendidos" diante do cenário de oferta elevada. A comercialização de soja no Brasil está lenta, especialmente no Mato Grosso, com apenas 37,5% da safra comercializada, abaixo das médias anteriores. Estratégias Recomendadas Produtores podem considerar o carregamento dos estoques para comercialização futura, aproveitando melhores momentos nos prêmios para o grão físico. Estratégia inclui fixação, via contratos de NDF ou opções, da cotação atual do contrato de soja CBOT de referência, garantindo proteção contra quedas futuras nos contratos futuros. A não efetivação da venda antecipada do grão físico pode proporcionar benefícios com a melhora dos prêmios após o pico da colheita. Essa estratégia se torna mais viável à medida que a safra é menor, já que teria passado o pico de maior oferta e, consequentemente, maiores custos logísticos. Com um potencial ganho de basis considerável, os produtores podem buscar otimizar seus resultados no atual contexto de mercado. Fonte: Portal do Agronegócio Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário