Últimas Notícias
Destaques

Desafios na comercialização: Oferta elevada e demanda reduzida impactam preços da melancia por seis semanas consecutivas

Pelo sexto período consecutivo, os preços da melancia registraram queda nas plantações. Colaboradores do Hortifruti/Cepea indicam que as razões para essa tendência persistem: uma oferta excessiva combinada com uma demanda insuficiente. Em Teixeira de Freitas (BA), a demanda está em baixa devido a chuvas pontuais na região, desestimulando o mercado local. No Rio Grande do Sul, a oferta está elevada devido à intensificação da colheita nas regiões sulistas, acompanhada pelas melancias baianas e algumas frutas em Goiás. Contudo, a procura permanece fraca. As chuvas no estado gaúcho estão mais controladas, não impactando a produção como em dezembro e no início de janeiro. Dessa forma, o preço da melancia graúda (>12 kg) em Teixeira de Freitas encerrou em R$ 0,70/kg, registrando uma redução de 12,5% em comparação com a semana anterior. No Rio Grande do Sul, o mesmo padrão de melancia teve uma média de R$ 0,68/kg, apresentando uma diminuição de 7,7% no mesmo comparativo. Produtores já demonstram preocupação diante das sucessivas quedas nos preços, uma vez que podem se aproximar significativamente dos custos de produção, reduzindo os ganhos ou até mesmo gerando prejuízos. O cenário reflete o desafio enfrentado pelos produtores de melancia em meio às condições adversas do mercado. Fonte: Portal do Agronegócio Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário