Últimas Notícias
Destaques

Clima adverso desafia safra 2023/2024 em Mato Grosso

A safra 2023/2024 em Mato Grosso enfrenta desafios devido às altas temperaturas e à escassez de chuvas em momentos críticos para o desenvolvimento das lavouras. Em um cenário de eventos climáticos extremos cada vez mais frequentes, o manejo de excelência do solo e a utilização do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) se tornam ferramentas indispensáveis para minimizar os impactos e garantir a produtividade. Dados preocupantes: *Precipitação abaixo da média: O primeiro Boletim Agrometeorológico da safra, publicado pela Embrapa Agrossilvipastoril em novembro, indica que a precipitação acumulada em Mato Grosso ficou abaixo das médias esperadas. *Menos chuvas e mais calor: A estação meteorológica da Embrapa em Sinop registrou o menor volume de chuvas entre agosto e novembro dos últimos cinco anos, além de recordes de temperaturas médias. *Impacto nas lavouras: A irregularidade das chuvas causou problemas em muitas lavouras, levando à necessidade de replantio em alguns casos. Manejo do solo como ferramenta de resiliência: *Melhorar a cobertura do solo: Minimiza a perda de água por evaporação e erosão. *Revolver o solo o mínimo possível: Preserva a estrutura e a vida microbiana do solo. *Rotação de culturas: Diversifica a microbiota do solo e reduz o risco de doenças e pragas. *Integração lavoura-pecuária: Promove a sinergia entre diferentes atividades agrícolas. *Consórcios forrageiros: Oferecem diversos benefícios, como descompactação do solo, ciclagem de nutrientes e mitigação de nematoides. ZARC: informação para decisões mais precisas: O Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) é uma ferramenta gratuita do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que fornece informações sobre os riscos climáticos para diferentes culturas em cada região do país. O ZARC auxilia o produtor a tomar decisões mais assertivas sobre a época do plantio, escolha de cultivares e manejo da lavoura, reduzindo os riscos de perdas por eventos climáticos adversos. Embrapa: pesquisa e desenvolvimento para auxiliar o produtor: A Embrapa Agrossilvipastoril desenvolve pesquisas para auxiliar o produtor rural a lidar com os desafios climáticos e aumentar a produtividade da agricultura. A instituição oferece diversas soluções tecnológicas, como consórcios forrageiros, sistemas de plantio direto e integração lavoura-pecuária. O clima adverso na safra 2023/2024 em Mato Grosso exige atenção especial dos produtores. A adoção de práticas de manejo de excelência do solo e a utilização do ZARC são medidas essenciais para reduzir os impactos das mudanças climáticas e garantir a produtividade da agricultura. A Embrapa se coloca como parceira do produtor rural, oferecendo pesquisa, desenvolvimento e soluções tecnológicas para enfrentar os desafios do campo. Fonte: Gabriel Rezende Faria Fotos do Canva Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário