Últimas Notícias
Destaques

Boas perspectivas para a safra atual de arroz - O Instituto Rio Grandense de Arroz (IRGA) projeta uma área de cultivo robusta

O Instituto Rio Grandense de Arroz (IRGA) projeta uma área de cultivo robusta, atingindo 902.425 hectares para a safra corrente. Dados divulgados no Informativo Conjuntural da Emater/RS indicam uma estimativa de produtividade sólida, alcançando 8.359 kg/ha. O período de semeadura está oficialmente encerrado, com 95% das lavouras em desenvolvimento vegetativo e 5% em fase de florescimento. As lavouras semeadas entre outubro e novembro, beneficiadas por uma sequência extensa de dias ensolarados e temperaturas ideais, estão sendo irrigadas regularmente, apresentando excelente aspecto visual. A abundância de água facilita os trabalhos de irrigação, contribuindo para um melhor manejo de plantas daninhas e proporcionando vantagens ao solo saturado. Quanto aos tratos culturais, estão em andamento o controle de plantas invasoras em pós-emergência, a aplicação de adubos nitrogenados em cobertura nas áreas iniciais e o monitoramento contínuo de pragas e doenças. Na região administrativa da Emater/RS-Ascar de Bagé, na Campanha, a semeadura está praticamente concluída, com algumas áreas pendentes na Fronteira Oeste. Algumas regiões, como Alegrete, consideram encerrar o plantio devido à época inadequada. Em Maçambará, a área total plantada está ligeiramente abaixo da estimativa inicial, mas os produtores estão aumentando investimentos nas lavouras de melhor potencial, realizando múltiplas aplicações nitrogenadas. Em Pelotas, as lavouras estão em desenvolvimento vegetativo, sendo irrigadas e recebendo adubação de cobertura com nitrogênio, mas alguns produtores expressaram preocupação com a baixa luminosidade. Na região de Soledade, a semeadura foi concluída, as lavouras exibem excelente padrão de estabelecimento e bom desenvolvimento vegetativo inicial. Quase todas as lavouras encontram-se em desenvolvimento vegetativo, enquanto 6% estão em fase de florescimento. No âmbito da comercialização, segundo o levantamento semanal de preços da Emater/RS-Ascar, o produto apresentou um aumento de 0,38%, atingindo R$ 123,97 por saca de 50 quilos. As perspectivas para o setor do arroz no Rio Grande do Sul continuam positivas. AGROLINK - Seane Lennon Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário