Últimas Notícias
Destaques

Produtores rurais da ATeG conhecem experiências de sucesso na produção de leite em Monte Castelo

Produtores rurais da ATeG conhecem experiências de sucesso na produção de leite em Monte Castelo Produtores rurais que integram os grupos da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em Bovinocultura de Leite no Norte de Santa Catarina se reuniram em um Dia de Campo no município de Monte Castelo. A iniciativa, do Sistema Faesc/Senar em parceria com os Sindicatos Rurais de Major Vieira e Papanduva, proporcionou troca de experiências com foco no avanço da produção leiteira. O produtor rural Vinicio Tabalipa recebeu um convite que mudaria o rumo de sua produção de leite. O convite veio de um técnico de campo, que o incentivou a participar do grupo da ATeG, uma oportunidade que ele abraçou com entusiasmo. Vinicio considera que a experiência tem sido extremamente interessante. Ressalta que, embora tenha visto muitas práticas e métodos em outras propriedades, o diferencial está em presenciar os resultados diretamente na sua própria propriedade. O jovem produtor de leite Maycon Andrey Fuerst, de 24 anos, diz que encontrou no Dia de Campo uma fonte de motivação e inspiração para buscar constantemente a excelência em sua atividade. Para Maycon foi uma experiência excelente. “O evento proporcionou não apenas um espaço para aprender novas práticas e técnicas, mas também abriu minha mente para novas possibilidades”. O proprietário da propriedade onde o Dia de Campo da ATeG leite foi realizado Adriano Roskamp, ressalta os impactos positivos que o evento trouxe. Sua visão realça a importância dessa iniciativa e a expectativa por mais oportunidades como essa. O Dia de Campo proporcionou um espaço para aprendizado, troca de conhecimentos e demonstrações práticas de técnicas inovadoras. A supervisora técnica da ATeG no Planalto Norte, Taiane Plautz, destaca que o Dia de Campo focou na eficiência produtiva e na produção de leite com base em pastagem anual de inverno, proporcionando aos produtores valiosos insights e conhecimentos práticos. O evento também contou com a presença do presidente do Sindicato Rural de Major Vieira, João Francisco de Mattos, e reuniu produtores em um ambiente de aprendizado prático, onde puderam explorar abordagens inovadoras para maximizar a produtividade e a qualidade do leite. “Foram 16 campos demonstrativos. Cada um deles apresentava diferentes variedades, técnicas de manejo de solo e pastagem, além de demonstrações de eficiência de planta. Isso forneceu aos produtores uma visão abrangente das melhores práticas e opções disponíveis para otimizar sua produção”, acrescentou. O técnico de campo Eduardo Brunnquel do Prado, atende a propriedade de Adriano, onde foi realizado o Dia de Campo e destaca a importância do conhecimento prático na produção de leite. Eduardo ressalta que é fundamental controlar o que está "da porteira para dentro". Isso se refere à gestão interna da propriedade e às práticas que os produtores podem influenciar diretamente. Ele destaca que a eficiência é um objetivo central e quanto mais eficiente a produção for dentro dessa área de controle, melhor será o desempenho geral da propriedade. O técnico de campo da ATeG Bovinocultura de Leite de Papanduva, Edivaldo Dognani frisa que o Dia de Campo foi voltado às pastagens anuais de inverno. Segundo ele, foram apresentadas variedades de abordagens, desde melhoramento genético até questões de preparo do solo e certificação de brucelose e tuberculose. A junção de duas ATeGs resultou em um evento abrangente, buscando atender as diferentes realidades dos produtores. Ele enfatiza que não existe pastagem ruim, mas sim pastagens adaptadas a diferentes condições e propriedades. “O evento visou trazer essa diferenciação para atender as necessidades específicas dos produtores ligados à ATeG”. De acordo com a supervisora regional do Senar/SC, Carine Weiss, o momento também oportunizou ao produtor Adriano Roskamp receber o certificado de propriedade livre de Brucelose e Tuberculose. “O documento é um dos principais meios de controle para a sanidade dos rebanhos e, além de validar a sanidade dos animais, agrega valor aos produtos da propriedade”, explicou Carine que acompanha as atividades da ATeG na região. SOBRE A ATEG LEITE EM SC Desde seu início em 2016, a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) na Pecuária de Leite tem apresentado um impacto significativo em Santa Catarina. Com resultados notáveis e uma abordagem abrangente, o programa tem revolucionado a produção de leite no estado. O programa já alcançou mais de 5.200 produtores em 209 municípios catarinenses. Hoje, ele abrange 72 grupos compostos por 2.100 produtores. Esses números expressivos refletem a amplitude e a eficácia do programa em atender às necessidades de produtores em várias regiões do estado. O presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, reconhece o ATeG como um dos programas mais bem-sucedidos do agronegócio em todo o país. Ele enfatiza como as propriedades beneficiadas pelo programa se tornaram modelos de empreendedorismo, inovação e gestão exemplar, destacando a importância do programa para a trajetória de sucesso dos produtores. O sucesso do programa é atribuído à dedicação e ao comprometimento das equipes e parceiros envolvidos. Segundo o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi, o acompanhamento rigoroso dos custos de produção e a análise econômica da propriedade permitem que os produtores implementem melhorias em diversos aspectos, desde o manejo até a genética do rebanho e adoção de tecnologias avançadas. Essas mudanças resultam em um aumento geral da renda e da eficiência da produção. A coordenadora da ATeG em Santa Catarina, Paula Coimbra Nunes, enfatiza como o programa permite que os produtores explorem novas ferramentas para o crescimento de seus negócios. Com dois anos de acompanhamento, a ATeG visa aprimorar técnicas e gestão, tornando a produção mais eficiente e lucrativa. A participação em grupos organizados, Oficinas Técnicas e Dias de Campo também desempenha um papel crucial na avaliação dos resultados e na inspiração para a busca contínua pela inovação. Fonte: MB Comunicação Empresarial/Organizacional Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário