Últimas Notícias
Destaques

Polícia Civil cumpre prisão contra pai por estupro de vulnerável em Alta Floresta

Um pai suspeito de abusar sexualmente da filha foi preso pela Polícia Civil, na sexta-feira (15.09), no município de Alta Floresta. A ação foi realizada pela equipe do Núcleo de Proteção à Mulher e Criança, em ação para cumprimento de mandado de prisão preventiva. As diligências iniciaram na terça-feira (12), logo que a Polícia Civil foi comunicada sobre os fatos. A vítima teve uma crise de pânico na escola onde estuda, ocasião em que o corpo docente tomou conhecimento dos abusos sofridos e acionou o Conselho Tutelar. A menor de idade contou que vinha sendo abusada pelo próprio pai há 3 anos, desde quando tinha apenas 10 anos de idade. Ela revelou que era constantemente ameaçada pelo genitor para não relatar a violência sofrida. Com base nos fatos gravíssimos, os policiais civis passaram a apurar as informações. A vítima foi ouvida em depoimento especial e encaminhada para realização de exames periciais, entre outras providências . Diante do resultado do exame pericial confirmando que a menor não era mais virgem em um período razoável de tempo, fato este que foi ao encontro do relato da vítima afirmando que os abusos teriam iniciado há 3 anos, foi representado pelo pedido de prisão do investigado. Com parecer favorável do Ministério Público e do Poder Judiciário, a ordem judicial pelo crime de estupro de vulnerável foi decretada na sexta-feira (15) e cumprida pelos policiais civis poucas horas depois. Conforme o delegado João Lucas Wanick, em menos de 72 horas da comunicação dos fatos o suspeito já se encontra preso. "Neste curto período foram tomadas todas as providências investigativas necessárias, realizadas as provas periciais e analisado o pedido de prisão pelo Poder Judiciário e Ministério Público, o que demonstra que tais crimes não ficarão impunes no município de Alta Floresta", destacou o delegado. Assessoria | Polícia Civil-MT/AguaBoaNews Foto: Reprodução/Polícia Civil-MT Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário