Últimas Notícias
Destaques

Feijão-preto valoriza 31% em um ano

“A referência atual de preço continua sendo no Paraná” O mercado de Feijão-preto tem experimentado uma valorização constante desde maio, com preços médios em agosto atingindo R$ 255,67, representando um aumento de 24,39% em relação a maio e 31,44% em comparação com agosto do ano anterior. As informações foram divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses (Ibrafe). Em contrapartida, o Feijão-carioca observou uma diminuição nas transações, mas ainda é a escolha predominante em regiões tradicionais e entre muitos consumidores, apesar da diferença de preço em relação ao Feijão-preto. Os preços de referência para produtores no Paraná se encontram em níveis elevados, variando de acordo com a qualidade do Feijão. A disponibilidade de lotes nas mãos dos produtores é limitada, principalmente devido aos preços atrativos no primeiro semestre deste ano, que estimularam as vendas. “A referência atual de preço continua sendo no Paraná, acima de R$ 250 ao produtor, dependendo da qualidade do Feijão. São poucos os lotes em mãos de produtores. Até porque, no período em que o gráfico abaixo abrange, fica claro que o primeiro semestre deste ano manteve preços extremamente interessantes e, claro, quem tinha colhido vendeu”, diz o Ibrafe. No Mato Grosso, têm surgido relatos isolados de negócios envolvendo feijão de alta qualidade colhido sob irrigação por cerca de R$ 250. Há sinais significativos de que a região Sul está expandindo sua plantação desta variedade em comparação com o ano passado. Se isso se confirmar, poderemos enfrentar um período com preços mais baixos no campo entre dezembro e fevereiro. No entanto, o primeiro quadrimestre de 2024 pode novamente apresentar preços favoráveis para o Feijão-carioca e, em certa medida, a demanda pelo Feijão-preto pode aumentar, como ocorreu em 2023. Fonte: Agrolink Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário