Últimas Notícias
Destaques

Chuva em excesso compromete qualidade da safra de tomate no país

Com o plantio finalizado em junho, em torno de 19.000 hectares cultivados, se espera uma produção de tomate próxima a 1,9 milhão de toneladas, sendo considerada a maior safra já registrada no país. Devido as condições climáticas dos meses de março e abril com excesso de chuvas em todas as regiões produtoras teremos dois momentos na safra. O primeiro fica marcado por volumes e qualidade medianas devido aos danos causados pelas chuvas e um segundo momento composto pelo plantio realizado de meados de abril até junho, que vai dentro do esperado e com qualidade de acordo com as premissas. As colheitas em algumas fábricas se iniciaram em meados de junho e a plena safra se dará a partir da última semana de julho, sendo que o inicio foi marcado por alta incidência de frutos verdes e produtividades medianas, de acordo com o explanado acima. Para o segundo semestre o principal ponto a se destacar é a inversão climática , partindo de um la niña para um el niño de média intensidade o que acarretará situações de temperaturas mais elevadas e consequentemente aceleração da maturação dos frutos no campo. Mesmo diante do cenário de clima, o panorama se mantém quanto a previsões de volume produzidos. A Tomate BR, Associação Brasileira que representa mais de 80% dos Processadores e Utilizadores de Tomate Industrial, e que busca trazer mais informações sobre a cadeia produtiva e também dicas de alimentação e saúde aos consumidores brasileiros, traz ao mercado atualização constante com o objetivo de esclarecer ao mercado tanto a importância do produto, como também os problemas enfrentados, desde a obtenção da matéria-prima (produção agrícola e processamento), até sua chegada à gôndola e milhões de lares. A TOMATE BR integra o World Processing Tomato Counc
il (WPTC), que é uma organização internacional sem fins lucrativos que representa a indústria de processamento de tomate. Atualmente, seus associados, que são organizações profissionais de produtores e/ou processadores representativos de sua área de produção, representam mais de 95% do volume de tomate processado no mundo. Os membros do WPTC são organizações profissionais de produtores e/ou processadores de tomate em: Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, Califórnia, Chile, China, Egito, França, Grécia, Hungria, Israel, Itália, Japão, Peru, Portugal, Malta, Rússia, Sul África, Espanha, Síria, Tunísia, Turquia, Ucrânia. Graças a essa sinergia entre TOMATE BR e WPTC, notícias, tendências e novidades sobre o Tomate pelo mundo são trazidas ao mercado brasileiro com atualização diária e de credibilidade para a tomada de decisões. Com Assessoria Tatiane Bertolino Foto: Pixabay Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário