Últimas Notícias
Destaques

Conheça o 'Hudson', o touro mais pesado da Expointer

O destaque da 46ª Expointer é o touro Hudson da Boa Esperança, da raça limousin, vindo de Cachoeira do Sul (RS). Neste domingo (27), no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, Hudson atingiu a marca de 1.410 quilos na balança. Hudson tem quatro anos. Ele é descendente de um touro francês chamado Duvalier e da vaca 3M Xuza, vencedora do título de campeã limousin na Expointer. No ano anterior, Hudson pesou cerca de 1,2 mil quilos. O mérito da conquista vai para o pecuarista Edgar Ferreira Lima, também conhecido como Cacaio, presidente da Associação Nacional dos Criadores de Limousin, que celebra a sétima vitória consecutiva de sua propriedade. O triunfo reconhece os esforços empregados e é uma oportunidade de evidenciar as qualidades distintas da raça Limousin, notória por sua produção de carne excepcionalmente alta. Em 2023, Hudson não somente dominou a Expointer, mas também garantiu o título de campeão da raça na ExpoLondrina, no Paraná. No ano passado, o campeão havia sido o Guardião da Boa Esperança, com um peso de 1.330 quilos. Peso não é problema, conheça a dieta do campeão Na pecuária de corte, um peso mais elevado não é um obstáculo, podendo até resultar em títulos prestigiosos. A preparação para atingir essa imponência requer um esforço contínuo nos meses que antecedem a Expointer. A equipe alimenta Hudson três vezes ao dia com uma dieta rica em silagem de milho, casca de soja e ração. Nos últimos dias, eles complementaram a dieta com alfafa triturada e permitiram que ele caminhasse e aproveitasse o sol. Além do foco na saúde e nutrição, a genética de qualidade e um manejo adequado desempenham um papel crucial na formação de um campeão. Pablo Charão, responsável pelo Comissariado-Geral da Expointer, esclarece que a pesagem é um componente do julgamento de admissão, variando conforme as normas específicas de cada raça. Outros aspectos, como a análise da arcada dentária, altura e espessura da gordura, também contribuem para avaliar a qualidade dos animais. Após essa etapa de avaliação, os animais estão prontos para os julgamentos em pista. Charão destaca que integram essas informações à planilha de avaliação, auxiliando os jurados a escolherem os campeões. O processo de julgamento é uma colaboração entre o Departamento de Defesa Sanitária Animal da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) e as associações de raças. POR GABRIEL AZEVEDO Foto: Divulgação Colaborou: Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário