Últimas Notícias
Destaques

Golpista que causou prejuízo estimado em R$ 2 milhões a pecuaristas de Vila Rica é preso

O homem investigado pela Polícia Civil por aplicar golpes contra pecuaristas do município de Vila Rica, no nordeste do estado, que causaram um prejuízo estimado em R$ 2 milhões às vítimas foi preso nesta segunda-feira (30), no interior de Goiás. O golpista de 36 anos foi preso na cidade de Indiara, em uma ação investigativa da Delegacia de Vila Rica que contou com a colaboração da Polícia Militar de Goiás. O investigado foi abordado durante uma cerimônia religiosa que ocorria em uma fazenda de familiares dele. As investigações da Polícia Civil começaram no início deste ano após o registro de 12 boletins de ocorrências de vítimas lesadas com os golpes. Depois de aplicar os golpes contra pecuaristas do município, o suspeito se desfez de bens que tinha na cidade, não teve mais contato com os credores e sumiu. Segundo as investigações da Delegacia de Vila Rica, no último trimestre do ano passado, o golpista iniciou uma intensa movimentação de compra e venda de gado na região. Para ganhar a confiança dos pecuaristas, ele pagava parte do gado comercializado em dinheiro e o restante era negociado com cheques pré-datados. Contudo, quando chegava a data de descontar os cheques, os pecuaristas descobriram que não tinha fundo ou que o cheque havia sido sustado. O golpista então dava um novo cheque, que também retornava por falta de provisão financeira. Quando atuava na venda do gado, o modo dele de agir era vendendo o mesmo gado para pessoas diferentes ou, às vezes, para a mesma pessoa. Parte do gado comercializado foi recuperado pela Polícia Civil em diligências para esclarecer os golpes aplicados. Em uma primeira recuperação, os policiais apreenderam em uma fazenda de Vila Rica 24 cabeças de bovinos que o golpista vendeu a um receptador depois de comercializar o gado com outra pessoa. O delegado de Vila Rica, Diogo Jobane, destaca o empenho da equipe da unidade policial em localizar o golpista, que causou inúmeros prejuízos a pecuaristas do município. Após a prisão, ele foi encaminhado a uma unidade prisional do município goiano, onde aguardará recambiamento para Mato Grosso. fonte: nortão noticias


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário