Últimas Notícias
Destaques

Café abre semana recuando em Nova York e com estabilidade em Londres

O mercado futuro do café arábica abriu a semana recuando 2% para os principais contratos no pregão desta segunda-feira (28) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado do café volta a operar no negativo após encerrar a última sessão com estabilidade para os preços no exterior. Ainda acompanhando o conflito entre Rússia e Ucrânia, analistas no Brasil não descartam volatilidade nos preços. Já o produtor, aguardando o início da colheita, pouco participa do mercado aguardando por novos patamares de preços. Desde o início da guerra os contratos recuaram mais de dois mil pontos em Nova York. Por volta das 08h49 (horário de Brasília), maio/22 tinha queda de 445 pontos, negociado por 217,40 cents/lbp, julho/22 tinha baixa de 460 pontos, cotado por 217,20 cents/lbp, setembro/22 tinha desvalorização de 460 pontos, negociado por 216,45 cents/lbp e dezembro/22 tinha queda de 420 pontos, valendo 214,95 cents/lbp. Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon operava com estabilidade nesta manhã. Julho/22 tinha alta de US$ 3 por tonelada, negociado por US$ 2130, setembro/22 tinha alta de US$ 3 por tonelada, cotado por 2114, novembro/22 tinha valorização de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 2116 e janeiro/22 tinha alta de US$ 18 por tonelada, cotado por US$ 2109. MERCADO INTERNO - ÚLTIMA SESSÃO O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,20% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.240,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,78%, cotado por R$ 1.270,00, Patrocínio/MG teve queda de 1,17%, valendo R$ 1.265, 00, Araguarí/MG teve queda de 1,60%, valendo R$ 1.230,00, Varginha/MG teve queda de 0,78%, negociado por R$ 1.270,00 e Franca/SP teve queda de 1,55%, valendo R$ 1.270,00. O tipo cereja descascado teve queda de 1,13% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.310,00, Poços de Caldas/MG teve baixa de 0,73%, cotado por R$ 1.360,00, Patrocínio/MG teve baixa de 1,12%, valendo R$ 1.325,00 e Varginha/MG teve desvalorização de 1,48%, cotado por R$ 1.330,00. fonte: www.noticiasagricolas.com.br


« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário