Publicidade:

Café estende ganhos com preocupação na oferta e problema logístico no radar




 O mercado futuro do café arábica, após abrir o dia com quedas técnicas, voltar a operar com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Segundo analistas, o cenário continua sendo de fundamentos sólidos para o café até pelo menos o setor entender o tamanho da produção do Brasil na safra 22. O gargalo logístico, longe do fim, também seguem no radar do mercado que aguarda pelos dados do Cecafé referentes ao mês de dezembro. 

Por volta das 12h35 (horário de Brasília), março/22 tinha alta de 115 pontos, valendo 233,05 cents/lbp, maio/22 tinha alta de 130 pontos, negociado por 232,95 cents/lbp, julho/22 tinha alta de 115 pontos, valendo 232,35 cents/lbp e setembro/22 tinha alta de 125 pontos, valendo 231,80 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon opera com desvalorização nesta quarta-feira (5). Março/22 tinha queda de US$ 16 por tonelada, valendo US$ 2333, maio/22 tinha baixa de US$ 10 por tonelada, cotado a US$ 2283, julho/22 tinha queda de US$ 9 por tonelada, valendo US$ 2267 e setembro/22 tinha baixa de US$ 18 por tonelada, valendo US$ 2251. 

No financeiro, o dólar registrava queda de 0,33% na e era cotado por R$ 5,67 na venda. "O dólar caía frente ao real nos negócios iniciais desta quarta-feira, depois de registrar alta nos dois primeiros pregões de 2022, enquanto investidores aguardavam a divulgação de dados de emprego norte-americanos desta semana", destacou a análise do site de notícias Reuters.  


fonte :www.noticiasagricolas.com.br

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br