Publicidade:

As vacas estão mudando de cores



Raça Holandesa está se misturando

Nos últimos anos, estamos vendo como os rebanhos leiteiros em diferentes partes do mundo estão mudando as cores e o tamanho de suas vacas. Esse fenômeno é explicado por uma maior adoção de uma nova técnica de cruzamento genético, que responde à necessidade dos agricultores de obter maior renda com menos recursos. Glenn Carlisle, geneticista bovino de Ohio, EUA, está entre os que promovem o cruzamento planejado de três raças bovinas. Esta técnica, chamada ProCROSS, foi desenvolvida pela VikingGenetics e Coopex. 

 De acordo com o site VikingGenetics, o ProCROSS é um sistema de cruzamento rotacional com as raças VikingHolstein, VikingRed e Coopex Montbéliarde, que quando combinados proporcionam vacas mais saudáveis, férteis, com maior longevidade e acima de tudo, possuem maior eficiência alimentar ao exigir entre 10% e 15% menos ração por unidade de produção. “Produtores de carne bovina, aves e suínos usam híbridos de três vias desde que me lembro”, disse Carlisle. 

De acordo com o especialista, as vacas Holandesas-Frísias pretas e brancas de raça pura dominam a produção mundial de leite há mais de 100 anos. Ao longo do caminho, por meio da criação por seleção, alguns pontos fortes dos animais foram se desprendendo para alcançar maior produção. Assim, a longevidade na vida produtiva das vacas tem sido assegurada com maiores custos de intervenção sanitária e diversos problemas de fertilidade e reprodutivos em geral que têm ocasionado inadvertidamente alguns problemas que significam perdas significativas de renda para os agricultores. 

Carlisle observou que 90% dos Holandeses de raça pura são descendentes de seis touros. Os pesquisadores estabeleceram duas raças para complementar o impulso da raça Holandesa de produzir grandes quantidades de leite. São eles o Montebeliarde da França, uma raça de longa duração, fértil e de baixo consumo, e o VikingRed, uma vaca resistente desenvolvida nos países nórdicos que tem problemas de saúde mínimos e alta fertilidade. 

fonte: www.agrolink.com.br

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br