Publicidade:

Plataforma Agrity facilita comercialização de grãos e já soma mais de 120 mil t e R$ 250 mi em transações



Os produtores de grãos do estado de Mato Grosso contam a partir da safra 2020/2021 com uma nova ferramenta para a comercialização de grãos, a Plataforma Agrity. Iniciando as atividades a pouco mais de dez meses, a ferramenta já efetivou mais de 120 mil toneladas de negócios com grãos e movimentou R$ 250 milhões, inclusive com participação das principais tradings.

Além de aproximar o comprador e o vendedor de grãos com a comercialização de maneira rápida e eficaz, a plataforma ainda tem informações de preço do mercado físico online, notícias e análises que auxiliam os produtores na tomada de decisão. Um dos módulos, que está em desenvolvimento, pretende facilitar os caminhos para operar na bolsa de valores.

“A ideia é que a nossa plataforma ofereça todo o ciclo de comercialização de grãos, em todas etapas, em um único ambiente. Nosso objetivo é aproximar compradores e vendedores que, depois de cadastrados, conseguem facilmente negociar entre si. Atualmente, são mais de 13 tradings em nossa ferramenta”, explica Ramices Luchesi, diretor comercial da Agrity.

A ferramenta de precificação presente na plataforma serve como base para os vendedores em suas ofertas. Através dela, considerando levantamentos de dados feitos inicialmente em 24 cidades do estado de Mato Grosso, produtores têm referenciais de preço do mercado físico online, além de contar com outros dados informativos para a tomada de decisão.

Apesar de novo, o projeto da Plataforma Agrity para comercialização de grãos tem sido desenvolvido há três anos pela MT Grãos, sediada no médio-norte mato-grossense. A empresa possui mais de 15 anos de conhecimento e dedicação na comercialização de grãos, com mais de 13 milhões de toneladas negociadas, operando apenas na cidade de Nova Mutum (MT).

“A plataforma substitui uma antiga forma analógica de comercialização de grãos, mas agora no digital, mantendo a mesma qualidade do serviço prestado. No mês de outubro, por exemplo, com o pico do dólar e Chicago, tivemos muitas vendas. Nossa taxa de operação é irrisória se comparada com outras ferramentas, apenas R$ 0,06/saca paga pelo vendedor, garantindo maior margem”, afirma Luchesi.

“A Agrity pretende transformar o sucesso que a MT Grãos teve em seu município de origem, em algo de nível nacional”, ressalta o diretor comercial.

 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br