Publicidade:

Operação mira abigeato no Rio Grande do Sul



Quadrilha mantinha animais na região metropolitana de Porto Alegre

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul deflagrou, na manhã desta sexta-feira (05), uma ação contra o abigeato no estado. São cumpridos 12 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão contra um grupo que atuaria em pelo menos cinco cidades gaúchas. Eles são investigados por abigeato, furto de gado.

 Agentes da Delegacia de Polícia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato (DECRAB) e da Brigada Militar estão em busca na cidade de Gravataí, região metropolitana de Porto Alegre, e onde foram encontrados 17 animais que haviam sido furtados de uma propriedade em Terra de Areia, no litoral. Eles estavam em uma propriedade rural particular. Ainda falta localizar 5 animais que também foram furtados na mesma oportunidade. Até o momento cinco pessoas foram presas e a operação está em andamento.

O Rio Grande do Sul é um dos estados que mais sofre com essa modalidade de crime. Ao longo de 2020 foram 5.261 ocorrências que chegaram ao conhecimento das autoridades, uma média de 14,4 por dia. As autoridades policiais estimam que o número seja maior porque nem sempre há o registro. O estado possui quatro delegacias especializadas em crimes rurais nos municípios de Camaquã, Santiago, Cruz Alta e Bagé.

O abigeato se refere a furto de animais no campo como bovinos e ovinos. A pena para quem pratica é de 2 a 5 anos de reclusão e multa.

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br