Publicidade:

Minério de ferro cai com estoque da China atingindo máxima de 31 meses




 Os contratos futuros do minério de ferro da China caíram pela quarta sessão consecutiva nesta quarta-feira, com os estoques portuários da matéria-prima siderúrgica crescendo para o nível mais alto em 31 meses, em parte devido ao colapso da demanda na maior produtora de aço do mundo.

O minério de ferro mais negociado para entrega em janeiro na Bolsa de Commodities de Dalian fechou em queda de 1%, a 538,50 iuanes (84,33 dólares) a tonelada.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato do mês de dezembro do minério de ferro caía 0,3%, para 88,85 dólares a tonelada, no início da manhã (horário de Brasília), após ganho de 1,2% na sessão anterior.

Uma modesta queda semanal de 1,5 milhão de toneladas nas chegadas de minério de ferro aos portos chineses deve fornecer suporte temporário aos preços, disse Atilla Widnell, diretor-gerente da Navigate Commodities, de Cingapura, em nota.

"Depois disso, a atenção se voltará para o crescimento estimado de 1,1 milhão de toneladas semana a semana nos embarques de minério de ferro australiano e brasileiro e o aumento dos estoques portuários da China", afirmou ele.

O minério de ferro importado estocado nos portos chineses subiu para 147,60 milhões de toneladas na semana passada, o maior desde abril de 2019, mostraram dados da consultoria SteelHome.

O preço spot de referência do minério de ferro com teor de 62% na China ficou 90,50 dólares a tonelada na quarta-feira, perto da mínima de 18 meses de 90 dólares atingida na segunda-feira.

O carvão metalúrgico de Dalian caiu 4,6% para seu nível mais baixo desde 15 de julho, mas o coque subiu 1,9% após uma liquidação de três sessões.

A produção de carvão da China em outubro deu um salto de 4% em uma comparação anual e ainda está crescendo, disse uma autoridade da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma na terça-feira, garantindo o fornecimento estável do material para o período inverno-primavera.

O vergalhão de aço para construção na Bolsa de Futuros de Xangai subiu 0,6%, enquanto a bobina laminada a quente e o aço inoxidável subiram 0,1%.

A produção de aço bruto da China em outubro totalizou 71,58 milhões de toneladas, caindo pelo quinto mês consecutivo e 23,3% abaixo do mesmo mês do ano anterior.

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br