Publicidade:

Milho: B3 abre a 4ªfeira com cotações em campo misto




 A quarta-feira (24) começa com os preços futuros do milho operando em campo misto na Bolsa Brasileira (B3), com as primeiras cotações subindo por volta das 09h21 (horário de Brasília).

O vencimento janeiro/22 era cotado à R$ 89,75 com alta de 0,57%, o março/22 valia R$ 89,74 com ganho de 0,57%, o maio/22 era negociado por R$ 85,70 com perda de 0,17% e o julho/22 tinha valor de R$ 84,40 com elevação de 0,96%.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, nós chegamos ao final do ano e não há mais muito espaço para demanda com as indústrias de ração parando daqui à duas ou três semanas para as tradicionais manutenções de final de ano.

“Ninguém quer comprar milho. Ainda tem muito milho na mão do produtor para fixar, milho parado em cooperativa, cerealista e produtor e isso deixa o mercado calmo agora”, diz.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) abriu o dia se movimentando positivamente para os preços internacionais do milho futuro, com as principais cotações operando entre 5,84 e 5,97 por volta das 09h08 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/21 era cotado à US$ 5,84 com elevação de 3,75 pontos, o março/22 valeu US$ 5,92 com alta de 4,00 pontos, o maio/22 foi negociado por US$ 5,96 com valorização de 4,00 pontos e o julho/22 teve valor de US$ 5,97 com ganho de 3,75 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, os fundos de commodities eram compradores líquidos de contratos futuros de trigo, milho e óleo de soja da CBOT.

Além disso, o trigo de Chicago, que subiu pela quarta sessão consecutiva atingindo seu nível mais alto desde dezembro de 2012 com as preocupações com o fornecimento global, também ajudou a dar suporte ao milho.

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br