Publicidade:

Desempenho do frango (vivo e abatido) na 43ª semana de 2021, quinta de outubro






 Na quinta semana de outubro, 43ª de 2021, o frango abatido apresentou aquele comportamento típico de todo encerramento de mês: queda de preço em relação ao mês anterior (na média da semana, redução de 3,84% em relação à semana anterior) e, no último dia de negócios da semana (29) redução de, praticamente, 8% em relação ao pico de preços do mês.

Neste caso, o pico de preços foi inferior ao dos dois meses anteriores, enquanto o valor de fechamento registrou um dos maiores índices de redução dos últimos tempos quando comparado ao valor alcançado no pico. E isto quer dizer que a semana foi encerrada com preços que não eram registrados desde o início de julho passado, há mais de 100 dias.

É verdade que, na sexta-feira (29), o mercado mostrou-se bem mais ativo que em idênticos momentos anteriores. Impossível, porém, identificar a causa real desse movimento: chegada de um novo mês? Formação de estoques maiores devido ao “feriadão”? Ou, simplesmente, garantia de abastecimento pelo temor de uma greve dos caminhoneiros nesta segunda-feira?

Quanto ao frango vivo nada de diferente em relação às semanas anteriores ou aos 108 dias anteriores. Ou seja: fechou a semana e o mês (dia 30) ainda cotado a R$6,00/kg. Mas, diferentemente do que prevaleceu até os primeiros dias de outubro, a demanda caiu sensivelmente. Daí a realização de negócios por valores abaixo do preço de referência.

O que vem pela frente é difícil de prever: vai depender do que aconteça nos primeiros dias deste penúltimo mês de 2021.Que já foi marcado pelo otimismo com a chegada da primeira parcela do décimo -terceiro salário e a aproximação das Festas mas, hoje, é encarado com apreensão.

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br