Publicidade:

Café: Sem novidades, arábica e conilon operam próximo da estabilidade nesta 2ª feira



Após iniciar o dia com valorização técnica, o mercado futuro do café arábica, operava no início da tarde com baixas técnicas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Sem grandes novidades no mercado, o setor segue acompanhando as condições das lavouras brasileiras. A preocupação com oferta mais restrita tanto do Brasil como da Colômbia.

Além disso, o setor aguarda também os números do embarques do Cecafé, a ser divulgado nos próximos dias. Especialistas em logísticas ainda afirma que o os gargalos devem dificultar os embarques do Brasil até, pelo menos, os primeiros meses de 2022. 

O setor cafeeiro segue acompanhando o desenvolvimento da safra 22 do Brasil, aguardando para entender melhor os impactos das adversidades climáticas observadas no último ano. A preocupação com a oferta mais restrita de café aumentaram na última semana depois que a Colômbia também divulgou redução na sua estimativa de produção. 

Por volta das 11h56 (horário de Brasília), dezembro/21 tinha queda de 40 pontos, valendo 203,10 cents/lbp, março/22 tinha baixa de 55 pontos, valendo 205,85 cents/lbp, maio/22 tinha queda de 30 pontos, valendo 206,85 cents/lbp e julho/22 tinha queda de 50 pontos, valendo 206,85 cents/lbpo. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon operava com estabilidade. Janeiro/21 tinha alta de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 2182, março/22 tinha queda de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 2130, maio/22 tinha baixa de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 2102 e julho/22 tinha baixa de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 2093. 

 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br