Publicidade:

Café: Arábica volta a subir mais de 100 pontos de olho na oferta global



Após abrir o dia sem grandes variações para os preços, o mercado futuro voltou a subir mais de 100 pontos no pregão desta quarta-feira (3) na Bolsa de Nova York (ICE Future US).

As cotações voltam a subir e recuperam parte das baixas do último pregão. Segundo analistas, as condições do parque cafeeiro no Brasil seguem preocupando o mercado e sustentam os preços, apesar da volatilidade não estar descartada par aos preços. Além disso, o setor também se preocupa com os gargalos logísticos que podem afetar a entrega de café para os principais polos consumidores, como Estados Unidos e Europa. 

Por volta das 12h02 (horário de Brasília), dezembro/21 tinha alta de 135 pontos, valendo 209,40 cents/lbp, março/22 tinha alta de 150 pontos, cotado a 212,35 cents/lbp, maio/22 tinha valorização de 145 pontos, valendo 212,80 cents/lbp e julho/22 tinha alta de 135 pontos, valendo 213 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon segue operando com desvalorização. Janeiro/22 tinha queda de US$ 10 por tonelada, valendo US$ 2224, março/22 tinha baixa de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 2170, maio/22 tinha baixa de US$ 13 por tonelada, valendo US$ 2129 e julho/22 tinha queda de US$ 4 por tonelada, valendo US$ 2124.

 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br