Publicidade:

Café: Após dia de ajustes, arábica volta a subir e mantém foco na oferta global




 O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta terça-feira (23) com valorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Após um dia de ajustes nas véspera, os contratos voltam a subir nesta manhã. As preocupações com  a oferta global do grão aumentam a cada dia e o setor acompanha o desenvolvimento da safra 22 no Brasil. 

Em informação publicada ontem, o adido agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) afirmou que com as chuvas abaixo da média até o mês de setembro, as expectativas de uma safra recorde no ciclo 2022/23 foram frustradas. "Ainda pelas severas geadas que atingiram importantes regiões produtoras de café arábica na virada de junho para julho", afirma. 

Por volta das 08h55 (horário de Brasília), março/22 tinha alta de 330 pontos, valendo 234,60 cents/lbp, maio/22 tinha alta de 225 pontos, valendo 233,55 cents/lbp, julho/22 tinha alta de 205 pontos, valendo 233,25 cents/lbp e setembro/22 tinha valorização de 230 pontos, negociado por 233,30 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon abriu com valorização técnica. A aproximação da colheita no Vietnã dá certa estabilidade aos preços. Janeiro/22 teve alta de US$ 21 por tonelada, valendo US$ 2272, março/22 tinha alta de US$ 11 por tonelada, valendo US$ 2209, maio/22 tinha valorização de US$ 2 por tonelada, valendo US$ 2177 e julho/22 tinha queda de US$ 2 por tonelada, valendo US$ 2171. 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br