Publicidade:

Boi: Volume de animais abatidos no estado do Mato Grosso registrou avanço de 17,93% em outubro/21



O volume de animais abatidos no estado do Mato Grosso totalizou 386,38 mil cabeças em outubro/21, na qual registrou um avanço de 17,93% frente ao total abatido em setembro deste ano. De acordo com as informações do Indea-MT, o cenário de alta foi motivado, principalmente, pelo acréscimo de 32,03% de machos abatidos no período, uma vez que animais oriundos de confinamento foram ofertados com mais intensidade. 

O abate de machos abatidos de 12 e 24 meses totalizou 114,29 mil cabeças, demonstrando um incremento de 52,50%, ante o mês anterior.Os animais originados em Mato Grosso enviados para outros estados totalizaram 6,96 mil cabeças, acréscimo de 15,30% no comparativo mensal. 

“Para novembro, já é observada uma menor oferta de animais enviados para o abate, uma vez que o produtor tem retido boa parte deles no pasto na expectativa de melhora no preço da arroba, fator que pode resultar em queda no volume abatido em nov.21”, informou o instituto em seu informativo. 

Com o aquecimento da demanda, o preço da arroba do boi gordo apresentou incremento mais intenso de  9,15%  no valor da arroba ante a semana passada.  Já a cotação das fêmeas também seguiu o cenário de alta e registrou uma valorização positiva de 8,94% ante a semana passada, na qual está precificada em R$ 268,97/@. 

Relação de Troca Boi/Ureia

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA) divulgou que a relação de troca ureia/boi alcançou elevados patamares em 2021 na média mato-grossense, já que o preço da ureia registrou valorização mais intensa. “Nas últimas semanas a Rússia acompanhou a decisão da China, que devido à crise energética enfrentada pelo país asiático, delimitou um teto nas exportações de nitrogenados no intuito de contornar a situação de escassez no mercado interno. Devido a disso, o sal mineral proteinado, o qual contém a ureia como um de seus componentes, registrou um aumento de 35,61% nos últimos 12 meses”, reportou o IMEA. 

Screenshot_3
Relação de Troca Boi/Ureia no Mato Grosso | Fonte: IMEA

Esse resultado é melhor analisado pela relação de troca ureia/boi, que apresentou uma constante valorização desde janeiro a setembro deste ano resultou em 13,30 arrobas necessárias para se adquirir uma tonelada de ureia. “Com esse movimento de alta da ureia, os pecuaristas precisam se planejar para o próximo período de seca e evitar um um cenário de relação de troca ainda mais apertada”, concluiu.

 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br