Publicidade:

Plantio do milho avança divagar na Argentina e atinge 27,6%, aponta Bolsa de Buenos Aires




 A Bolsa de Cereais de Buenos Aires (BCBA) divulgou seu informe semanal trazendo novas perspectivas para a safra de milho argentina 2021/22.

Os dados levantados pelos técnicos da BCBA apontam que 27,6% dos 7,1 milhões de hectares projetados já foram semeados no país, um avanço de apenas 1,3 pontos percentuais na semana.

“A incorporação dos quadrados de cereais avança lentamente, aguardando o início da janela de plantio tardio”, aponta a publicação. 

Os técnicos da BCBA destacam que os lotes mais avançados estão expandido folhas, enquanto a semeadura segue no centro e sul da área agrícola nacional.

“A incorporação de lotes avança sobre setores com boa umidade nos primeiros centímetros do perfil”, pontua.

Outro ponto destacado pela Bolsa é o ataque de lagartas cortadoras no centro da área agrícola argentina.

Detalhando as regiões argentinas, a semeadura se concentra em lotes com boa umidade superficial nas províncias de Córboda e San Luis, euqnato que na zona centro-norte de Santa Fé, grande parte das lavouras incorporadas no início da janela de semeadura expandem de 4 para 8 folhas.

Em direção à zona Centro-Leste de Entre Ríos, as refertilizações de nitrogênio são generalizadas nas parcelas mais avançadas. Nas áreas oeste de Buenos Aires-Norte de La Pampa, a Bacia do Salado e o Centro de Buenos Aires, a janela de semeadura antecipada transita por seu trecho final.

Olhando para as condições de cultivo, o relatório aponta que 73% das lavouras estão com avaliações boas ou excelentes, 27% médias e 0% como regulares ou ruins. De acordo com as condições hídricas, 76% das lavouras são consideradas ótimas ou adequadas e 24% com regulares ou secas.

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br