Publicidade:

Futuros do milho começam 6ªfeira em busca da recuperação na B3



A sexta-feira (08) começa com os preços futuros do milho buscando se recuperar após os recuos registrados no pregão de ontem na Bolsa Brasileira (B3).

Por volta das 09h21 (horário de Brasília), o vencimento novembro/21 era cotado à R$ 89,14 com alta de 0,67%, o janeiro/22 valia R$ 89,49 com valorização de 1,10%, o março/22 era negociado por R$ 90,19 com ganho de 0,92% e o maio/22 tinha valor de R$ 88,49 com elevação de 0,89%.

A sexta-feira (08) começa com os preços futuros do milho buscando se recuperar após os recuos registrados no pregão de ontem na Bolsa Brasileira (B3).

Por volta das 09h21 (horário de Brasília), o vencimento novembro/21 era cotado à R$ 89,14 com alta de 0,67%, o janeiro/22 valia R$ 89,49 com valorização de 1,10%, o março/22 era negociado por R$ 90,19 com ganho de 0,92% e o maio/22 tinha valor de R$ 88,49 com elevação de 0,89%.

O vencimento dezembro/21 era cotado à US$ 5,35 com alta de 1,75 pontos, o março/22 valia US$ 5,44 com elevação de 1,75 pontos, o maio/22 era negociado por US$ 5,50 com valorização de 2,00 pontos e o julho/22 tinha valor de US$ 5,50 com ganho de 1,75 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros de grãos subiram no comércio da madrugada, devido aos sinais de forte demanda por suprimentos dos Estados Unidos.

Os exportadores relataram que o México comprou 314.256 toneladas de milho para entrega no atual ano de comercialização, de acordo com um relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

A publicação destaca ainda os preços também podem estar subindo à medida que os investidores se preparam para o relatório de estimativas de oferta e demanda agrícola mundial WASDE da próxima semana.

 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br