Publicidade:

Futuros do aço chinês sobem com promessa de controle de poluição; minério de ferro cai



Os contratos futuros do vergalhão de aço e das bobinas laminadas a quente subiram nesta sexta-feira na China, com o Ministério do Meio Ambiente se comprometendo a reduzir as concentrações de pequenas partículas transportadas pelo ar conhecidas como PM2,5 durante o inverno, enquanto os ingredientes da siderurgia caíram mais, arrastados pelo carvão.

O Ministério da Ecologia e Meio Ambiente disse que a China pretende reduzir PM2,5 em uma média de 4% em uma base anual nas principais cidades para controle da poluição durante esta temporada de outono-inverno, e irá organizar a produção escalonada nas siderúrgicas.

A produção de cinco principais produtos de aço --vergalhão, bobinas a quente, fio-máquina, bobinas a frio e placas médias-- nas siderúrgicas rastreadas pela consultoria Mysteel aumentou 4,9% esta semana, para 9,2 milhões de toneladas. No entanto, ficou bem abaixo da produção semanal de 10,7 milhões de toneladas no mesmo período do ano anterior.

O vergalhão usado para construção na Bolsa de Futuros de Xangai, para entrega em janeiro, fechou em alta de 0,8%, a 4.646 iuanes (727,14 dólares) por tonelada.

As bobinas laminadas a quente na bolsa de Xangai subiram 0,9%, para 5.003 iuanes por tonelada, e os futuros do aço inoxidável subiram 0,6%, para 19.080 iuanes por tonelada

Os preços das matérias-primas para siderurgia, no entanto, caíram ainda mais em meio à repressão de Pequim aos preços do carvão.

O principal planejador econômico do país disse que os resultados iniciais após sua recente investigação sobre produtores de carvão mostraram que ainda há espaço para ajustes adicionais nos preços do carvão.

Os contratos futuros de carvão metalúrgico mais negociados na Bolsa de Commodity de Dalian despencaram 10,2%, para 2.268 iuanes por tonelada, o preço de fechamento mais baixo desde 23 de agosto.

O contrato caiu 21,1% nesta semana, marcando sua maior perda semanal desde a semana encerrada em 19 de agosto de 2016.

Os futuros do coque despencaram 7,9%, para 2.978 iuanes por tonelada. Eles caíram 16,4% nesta semana.

Os futuros do minério de ferro de referência caíram 5,6%, para 638 iuanes por tonelada. Os preços spot do minério de ferro com 62% de teor de ferro para entrega na China caíram mais 3,5 dólares para 113 dólares por tonelada na sexta-feira-feira, mostraram dados da consultoria SteelHome.

 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br