Publicidade:

Cotação da carcaça casada bovina registrou queda de 3,65% no acumulado de setembro/21



No atacado da grande São Paulo, os preços da carcaça casada do boi gordo registraram uma desvalorização de 3,65% no acumulado do mês de setembro. De acordo com o levantamento do Cepea, a carcaça foi negociada a R $19,29/kg no dia 30 de setembro, o menor patamar nominal desde o início de março de 2021. A média de setembro, de R$ 20,01/kg, ficou 0,15% inferior à de agosto e 2,12% abaixo da verificada há um ano, em termos reais. 

A desvalorização das cotações é reflexo do poder de compra fragilizado de grande parte da população brasileira que vai de encontro com o elevado patamar de negociação da carne bovina. “Muitos consumidores acabam adquirindo as carnes substitutas, como suínos e frango, ou ovos”, informou o Cepea em seu relatório mensal. 

Já o movimento de queda nos preços da arroba do boi gordo começou a ser observado no início de setembro, mas foi impactado diante das informações dois casos atípicos de Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), ou “mal da vaca louca”. 
“As informações acabaram afastando os compradores do mercado interno, resultando em recuos nos preços da arroba do boi gordo. No encerramento do mês, a retração compradora se somou ao fraco ritmo de vendas de carne no mercado atacadista da Grande São Paulo”, comentou. 

No acumulado de setembro, o Indicador CEPEA/B3 do boi gordo registrou baixa de 7%, fechando a R$ 291,60 no dia 30 de setembro. Trata-se da variação negativa mensal mais intensa desde janeiro de 2020, quando a queda no acumulado foi de 7,8%. “A continuidade da suspensão dos envios de proteína à China, principal destino internacional da carne brasileira, também limitou a demanda por novos lotes de animais para abate”, reportou o Cepea. 


 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br