Publicidade:

Açúcar reduz ganhos nesta tarde, mas segue do lado positivo em NY e Londres



As cotações futuras do açúcar tinham altas leves nesta tarde de quinta-feira (07) nas bolsas de Nova York e Londres. O mercado repercute as estimativas para a safra 2021/22 do Brasil, apesar da perspectiva de melhora em 2022/23.

Por volta das 12h20 (horário de Brasília), o açúcar bruto caía 0,10%, negociado a US$ 19,78 c/lb na Bolsa de Nova York. Enquanto que em Londres, o tipo branco registrava valorização de 0,29%, a US$ 510,00 a tonelada.

Depois de alta mais expressiva pela manhã, os futuros do açúcar tinham leves altas nesta tarde acompanhando a revisão da trading Czarnikow para a safra 2021/22 do Centro-Sul, apesar de recuperação para o próximo ciclo.

A safra atual é apontada em 32,5 milhões de toneladas pela trading, sobre estimativa anterior de cerca de 34 milhões de t. Em 2022/23, há potencial de atingir 32,9 milhões de t, mas um cenário ainda condicionado ao clima melhor.

"Se este ano foi emocionante, a safra 22/23 no Brasil tem tudo para ser outra agitada", destacou em nota a Czarnikow.

 No financeiro, o mercado olha com atenção a alta moderada do petróleo, que acaba impactando todo o cenário de oferta e demanda de etanol e açúcar. Além disso, o dólar recuava sobre o real e também dava suporte aos preços.


    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br