Publicidade:

É possível cultivar e comer as próprias vacinas?



"Idealmente, uma única planta produziria mRNA suficiente para vacinar uma única pessoa"

O futuro das vacinas pode ser mais como comer uma salada do que levar uma injeção no braço. Cientistas da Universidade da Califórnia em Riverside (UC Riverside) estão estudando se podem converter plantas comestíveis como a alface em fábricas de vacinas de mRNA. 

 A tecnologia de RNA mensageiro ou mRNA, usada em algumas vacinas COVID-19, funciona ensinando nossas células a nos reconhecer e nos proteger contra doenças infecciosas. Um dos desafios dessa nova tecnologia é que ela deve ser mantida fria para manter a estabilidade durante o transporte e o armazenamento. Se esse novo projeto for bem-sucedido, as vacinas de mRNA produzidas em plantas, que podem ser ingeridas, podem superar esse desafio com a capacidade de serem armazenadas em temperatura ambiente. 

Os objetivos do projeto, possibilitados por uma doação de US $ 500.000 da National Science Foundation, são três: demonstrar que o DNA contido nas vacinas de mRNA pode ser entregue com sucesso à parte das células vegetais onde se replicará, demonstrando que as plantas podem produzir mRNA suficiente para competir com uma bebida tradicional e, finalmente, determinar a dose correta. 

"Idealmente, uma única planta produziria mRNA suficiente para vacinar uma única pessoa", disse Juan Pablo Giraldo, professor associado do Departamento de Botânica e Ciências Vegetais da UCR que está liderando a pesquisa, conduzida em colaboração com cientistas da UC San Diego e Carnegie Mellon University. 

“Estamos testando essa abordagem com espinafre e alface e temos metas de longo prazo para as pessoas cultivarem em seus próprios jardins”, disse Giraldo. "Os agricultores também podem eventualmente cultivar campos inteiros." 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br