Publicidade:

Trigo gaúcho segue competitivo em Santa Catarina



 

No Paraná a diferença está no frete

O mercado do trigo no Rio Grande do Sul se destaca com os moinhos locais ausentes, mas os catarinenses e paranaenses bastante ativos, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Mercado de trigo disponível com vendedores pedindo R$ 1.650,00 FOB, moinhos fora e compradores locais oferecendo no máximo R$ 1.550,00 CIF. Mas, há compradores de SC e do PR bastante ativos no estado. Uma fábrica de ração gaúcha oferece R$ 1.550,00 CIF para trigo ração disponível. De safra nova fábrica de ração de SC continua oferecendo para outubro a 1.420 FOB+ICMS para trigo gaúcho”, comenta.  

Em Santa Catarina o trigo gaúcho ainda é o mais competitivo e várias compras sendo feitas. “Como o  trigo  do  RS  é o  único que  oferece ofertas, os compradores  catarinenses  estão  se  abastecendo  de trigo gaúcho.  Começou o interesse maior das fábricas por trigo para ração. Até agora havia apenas um  comprador gaúcho, mas agora já são dois no trecho. A fábrica catarinense de  ração  comprou  hoje  um  lote  no  RS  a  R$  1.420 FOB+ICMS e continua negociando mais”, completa a consultoria. 

No Paraná a diferença está no frete. “Trigo  local,  safra  velha  ofertas  a  R$  1700/t  FOB. Comprador limitado a 1730 CIF dependendo da região. Poucos moinhos avaliando compras. Trigo futuro PR, zero de ofertas.  Moinho paga R$ 1500 CIF, mas não origina. Trigo  RS  safra  velha  rodando  para  Paraná  a  R$ 1560/1570 FOB + ICMS Trigo  futuro  do  RS  rodando  a  R$  1400  FOB  para moinhos do PR”, conclui a TF Consultoria Agroeconômica, neste meio de semana. 

fonte:www.agrolink.com.br

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br