Publicidade:

Presidente da Aprosoja é alvo da Polícia Federal em ação que investiga ataques à democracia




 O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Brasil (Aprosoja Brasil), Antônio Galvan, foi alvo de um mandado de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira (20) em sua residência na cidade de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá). O mandado foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que invetiga atos violentos e ameaçadores contra a democracia. A operação também investiga o cantor e ex-deputado Sérgio Reis e o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), que também foram alvos da ação policial.


Os policiais informaram que Galvan não estava em sua residência quando o mandado foi cumprido. Os investigadores foram recebidos pela filha do presidente da associação. No imóvel, os agentes deverão recolher aparelhos eletrônicos que poderão servir como provas.

Ao todo, foram 13 mandados de busca e apreensão autorizados pelo ministro Alexandre de Moraes e atendem a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Os agentes disseram que foram cumpridos mandados no Distrito Federal (1), Santa Catarina (6), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Ceará (1) e Paraná (1).

As acusações

As investigações foram iniciadas após o vazamento de um áudio em que Sérgio Reis defende a paralisação de caminhoneiros para pressionar o Senado a afastar ministros do STF, subprocuradores-gerais pediram à Procuradoria da República, no Distrito Federal, a abertura de investigação a respeito do caso.

Outro lado

Até a publicação da matéria, a assessoria de Antônio Galvan não havia se pronunciado.

fonte : www.nortaonoticias.com.br
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br