Publicidade:

Operação da PF fecha dois garimpos e queima maquinários em Aripuanã



A Polícia Federal deflagrou na sexta-feira (27/08),   a Operação "Rio de Ouro", visando combater a prática ilegal de garimpos em Terras Indígenas no norte do Estado do Mato grosso.

Com o apoio de agentes do Ibama,  da Força Nacional e do Exército Brasileiro, a Polícia Federal atuou em 2 pontos de garimpos ilegais, um deles na Terra Indígena Aripuanã, na aldeia "Rio Preto",  e outro no garimpo conhecido como "Garimpo Tamarino”.

A operação policial contou com o efetivo total de 43 servidores e foi considerada um sucesso,  dada as condições de atuação e complexidade da logística, que contou com uso de helicóptero (fornecido pelas Forças Armadas) e deslocamento terrestre de 150 km em meio às terras indígenas.

A ação culminou na inutilização de mais de 20 motores-bombas e 3 escavadeiras hidráulicas empregadas na atividade criminosa.

Foram ainda identificadas lideranças e financiadores da prática criminosa.

O nome da operação policial faz alusão ao nome da aldeia e se refere ao grande lucro obtido pelos criminosos com a atividade ilícita de garimpagem em terras indígenas, bem como ao consequente impacto ambiental gerado.

O Exército Brasileiro atua na região no âmbito da Operação Samauma, apoiando os órgãos de fiscalização e repressão aos crimes ambientais em terras indígenas.


fonte : www.nortaonoticias.com.br
 
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br