Milho oscila e recua nos primeiros vencimentos da B3 nesta 4ªfeira




 A quarta-feira (09) começa com os preços futuros do milho recuando em seus primeiros contratos na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações entre 0,90% negativo e 0,21% positivo por volta das 09h14 (horário de Brasília).

O vencimento julho/21 era cotado à R$ 93,90 com queda de 0,59%, o setembro/21 valia R$ 96,02 com desvalorização de 0,90%, o novembro/21 era negociado por R$ 97,87 com baixo de 0,49% e o janeiro/22 tinha valor de R$ 100,20 com alta de 0,21%.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) abriu a quarta-feira recuando para os preços internacionais do milho futuro. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 4,75 e 12,00 pontos por volta das 09h07 (horário de Brasília).

O vencimento julho/21 era cotado à US$ 6,54 com perda de 4,75 pontos, o setembro/21 valia US$ 6,18 com queda de 9,50 pontos, o dezembro/21 era negociado por US$ 5,97 com desvalorização de 12,00 pontos e o março/22 tinha valor de US$ 6,03 com baixa de 11,75 pontos.     


Segundo informações do site internacional Successful Farming, os grãos caíram durante a noite, uma vez que os comerciantes fizeram uma pausa após os ganhos de ontem.

Agora, o mercado aguarda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgue seu relatório mensal de Estimativas de Oferta e Demanda Mundial Agrícola (WASDE) conforme está programado para a próxima quinta-feira.

“Os investidores esta manhã podem estar vendendo contratos e liquidando posições antes do relatório, caso haja alguma surpresa”, destaca o analista Tony Dreibus.

Relembre como fechou o mercado na última terça-feira:

+ Milho: B3 recua nesta 3ªfeira em meio a falta de pressão de vendas

Por:
 Guilherme Dorigatti
Fonte:
 Notícias Agrícolas
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br