Custo da produção de Milho dispara e área de cultivo no Norte Araguaia cai




  (Crédito: Reprodução)


A área de cultivo de milho na região Norte Araguaia é menor nesta safrinha, se comparada a anterior. De acordo com o Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) são 497.299 mil hectares em 2020 e em 2019 as lavouras ocuparam um espaço de 503.507 mil hectares.

A queda é de -1.23%. Mas é importante destacar que a região Norte Araguaia foi a única a registrar queda em Mato Grosso.

Um dos fatores é o custo da formação das lavouras que disparou. Neste ano, para formar cada hectare, o produtor terá que desembolsar R$ 3.061,04 (três mil com sessenta e um reais e quatro centavos).

Ano passado o valor foi de R$ 2.789,65 (dois mil setecentos e oitenta e nove reais e sessenta e cinco centavos).

Entre os fatores que elevaram os custos estão os macronutrietes, semente de milho, mão de obra e impostos e taxas.

Os custos por hectare com impostos e taxas, por exemplo, saiu de R$ 42,91 na safrinha passada para R$ 104,00 nesta.








FONTE REPORTER AGRO





    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br