Compras chinesas impulsionam preço da soja




Os preços da soja no mercado brasileiro acabaram subindo nesse meio de semana, motivados pelo preço do dólar e também pelas compras chinesas que continuam acontecendo, segundo informações da pesquisa diária do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, o aumento ocorreu tanto nos portos quanto no interior. 
“Impulsionado por novas compras chinesas de soja brasileira de  Origem e pelo  alto nível do dólar  e  ainda a  alta  de 1,01% nas cotações  da Bolsa de Chicago, os preços médios da soja, oferecidos pelas Tradings e medidos pelo Cepea, voltaram a subir, nesta quarta-feira, mais 0,44% para R$ 87,67/saca, contra 87,31/saca do dia anterior, nos portos do sul do país ou seus equivalentes nas demais regiões. No interior, também houve alta de 0,56% para a média de R$ 81,50/saca, contra R$ 81,05/saca do dia anterior. Com isto, no acumulado do mês houve avanços para 2,77% no porto e queda para 1,42% no interior”, comenta a consultoria. 
No Rio Grande do Sul os preços subiram para R$ 89,50, contra R$ 88,30/saca do dia anterior no porto para início de março e subiram também os mesmos cinquenta centavos em Cruz Alta e Ijuí para R$ 84,00 e mais um real e meio em Passo Fundo para R$ 86,00. “No Paraná começou a colheita na região dos Campos Gerais. Por isso os preços de balcão permaneceram em R$ 79,50 na região de Ponta Grossa”, completa. 
“No mercado de lotes, disponível, subiu para R$ 86,00/saca, pagamento final de fevereiro, mesmo preço para abril. O preço pago no porto também avançou para R$ 88,60, pagamento no final de fevereiro. Na região Oeste do estado permaneceu em R$ 80,00 e no Norte do estado subiu para R$ 83,00, com retirada em fevereiro”, conclui

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br