Inmet aponta calor extremo em Cuiabá e a maior temperatura em 108 anos



Cuiabá bateu recorde histórico de calor nesta segunda-feira (16) ao registrar 42,3°C. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) desde 1911 a capital não sofre calor tão extremo.



A temperatura histórica foi medida pelo Instituto às 15 horas (horário de Brasília) que ainda adiantou que este valor poderá subir na nova leitura que será feita às 21 horas, também pelo horário da capital brasileira.



A temperatura de hoje - 16 de setembro -, foi a maior de 2019 e também a mais alta temperatura já observada em Cuiabá em 108 anos de medições, de acordo com o Inmet.



A estação meteorológica operada pelo Inmet, que fez a medição. começou a funcionar em 1/1/ 1911. O recorde de calor histórico anterior em Cuiabá era de 42,2°C em 6 de outubro de 1940.



Semana acima de 40°C



Ainda segundo as previsões, os cuiabanos terão que continuar sentindo este calor acima dos 40°C pelo menos até o próximo sábado (21).



Há até uma previsão de pancadas de chuva a partir de qunta-feira(19), sem, no entanto, ser descartada a chance de um novo recorde de calor.



Cuiabá, junto com Palmas, capital do Tocantins, Rio de Janeiro, capital do estado do Rio de Janeiro e Teresina, capital do Piauí, podem ser chamadas de "capitais quarentonas" porque praticamente todos os anos registram 40°C ou mais pelo menos uma vez.



Este ano, a temperatura já chegou aos 41,2°C em 3 de janeiro no Rio de Janeiro e aos 41,9°C em Palmas, em 13 de setembro. (Com informações do site Terra)




Fonte O bom da notícia
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br