Lançada em Sorriso operação ‘Abafa Amazônia’ que passa a ser feita no Nortão; multas podem passar de R$ 60 milhões





As secretarias de Segurança Pública (Sesp) e Meio Ambiente (SEMA) lançaram, ontem à tarde, na Base do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) a quinta edição da operação “Abafa Amazônia”, que busca reduzir crimes ambientais e queimadas em Vera, Feliz Natal, Nova Ubiratã e Cláudia e Sinop. Segundo o coronel do Corpo de Bombeiros e secretário executivo do Comitê Estadual de Gestão do Fogo, Paulo André da Silva Barroso, o trabalho será intensificado até o dia 28 e pelos números de queimadas e experiência, em relação as edições anteriores, nesta operação podem ser emitidas mais de R$ 60 milhões em multas.
“A primeira aconteceu na região de Sinop, em 2016, tivemos duas em 2017 e apenas uma em 2018. As edições anteriores foram gradativamente sendo construídas aos longos dos anos. No primeiro ano, quem participou foi o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambientação e a superintendência de fiscalização da Sema e a medida que foram passando os anos, fomos agregando mais agências. Hoje, podemos dizer que a operação abafa está completa. Nas primeiras quatro edições aplicamos o montante de R$ 64 milhões em multas. Para esta edição temos uma expectativa próximo disso, em razão da preparação que tivemos em relação às áreas desmatadas, apontou Barosso.
“Essa operação é uma proposta da secretaria de Segurança Pública que visa o enfrentamento aos crimes ambientais, que fazem referência as queimadas e incêndios florestais. É uma ação através do Corpo de Bombeiros e o grupo que combate incêndios. É uma operação integrada que envolvem vários agentes, não só da segurança pública mais do Estado. A proposta é que durante este período proibitivo de queimadas, ainda tenha outras ações neste sentido. A proposta realmente da ação é intensificar a fiscalização, o combate as queimadas ilegais. É um trabalho muito produtivo em todos os aspectos”, disse o coronel da Polícia Militar Victor Paulo Fortes Pereira.
O período proibitivo de queimadas em Mato Grosso começou no dia 15 de julho e segue até o dia 15 de setembro.
Só Notícias/David Murba (foto: arquivo/Edson Rodrigues)

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br