Soja só sobe no interior do Brasil




Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a sexta-feira (26.07) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação oferecidos pelas Tradings caindo 0,17%. Isso baixou a média do preço da saca para R$ 78,13, aumentando as perdas do mês para 4,49%. 





Já os preços do mercado interno, informa a T&F Consultoria Agroeconômica, subiram 0,05%, para R$ 73,19/saca. Esse resultado acabou reduzindo as perdas do mês de julho para 3,32%. “A alta de 0,08% das cotações em Chicago, nesta sexta-feira, foi suplantada pela queda de 0,24% na cotação do dólar, fazendo os preços oferecidos pelas Tradings no porto caírem”, explica o analista da T&F Luiz Pacheco.
 
Com relação aos derivados da soja, revela o especialista, as negociações de farelo seguem pontuais: “Compradores que tipicamente adquirem volumes maiores se mostram abastecidos; aqueles com necessidade de repor estoques adquirem apenas pequenos lotes para consumo imediato. Há relatos também de que o farelo de soja tem sido substituído por farelo de algodão e polpa cítrica. Para o óleo de soja, a procura segue fraca, conforme os pesquisadores”.
“Os lucros estimados, depois de pagas todas as despesas, para o agricultor que esteja a 500 km do porto fechou a semana entre 18%(RS) e 25% (PR). Não houve notícias de novas compras da China, nesta sexta-feira, motivo pelo qual os prêmios permaneceram inalterados. O mercado de Paper em Paranaguá negociou Agosto a +80q e +81 e Setembro a +88q. Já os prêmios C&F (CIF portos da China) para a soja brasileira recuaram para 182 (184)q para Agosto e 192 (197)q para Setembro”, conclui.







fonte agrolink


    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br