Caminhoneiros brigam por vaga para abastecer em posto de combustível e um morre em MT



Dois caminhoneiros brigaram por causa de uma vaga para abastecer em um posto de combustível em Matupá, a 696 km de Cuiabá, e um deles acabou morto a tiros. De acordo com a Polícia Militar, o crime foi no sábado (20) e o suspeito, de 70 anos, foi preso em flagrante.

A vítima foi identificada como Valdecir dos Santos, de 47 anos. A polícia não divulgou o nome do suspeito.

Caminhoneiros brigam por vaga e um é morto em MT

Segundo a PM, o crime ocorreu no pátio de um posto de combustível na zona rural da cidade, às margens da BR-163.

Câmeras de segurança registraram o crime: os caminhoneiros discutem e começaram a brigar. Um deles agride o outro com uma barra de ferro. O outro, armado, atira contra a vítima. Valdecir aparece na imagem colocando a mão na barriga e logo em seguida cai no chão.


Após a comunicação da ocorrência, os policiais encontraram o caminhão que o suspeito dirigia, onde também estava um revólver calibre 32, considerada a possível arma utilizada no crime.

Logo depois, ao continuar as buscas, a equipe da PM conseguiu localizar e prender o suspeito em uma área de mata fechada, atrás do posto de combustíveis onde o crime foi cometido.

Caminhoneiros brigaram por vaga para abastecer em posto de combustível e um morreu em Matupá — Foto: Divulgação Caminhoneiros brigaram por vaga para abastecer em posto de combustível e um morreu em Matupá — Foto: Divulgação
Caminhoneiros brigaram por vaga para abastecer em posto de combustível e um morreu em Matupá — Foto: Divulgação

O caminhoneiro confessou a autoria, mas argumentou que havia sido agredido com socos e uma barra de ferro e, por isso, teria atirado. Disse ainda não lembrar de ter acertado o primeiro tiro, mas como a vítima ainda reagia, fez mais disparos.

No caminhão da vítima foram encontrados alguns comprimidos de rebite, que foram apreendidos e entregues à delegacia. Valdecir dirigia uma carreta bitrem e trabalhava para uma transportadora.

O caminhoneiro preso deve responder por homicídio e porte ilegal de arma.





fonte g1mt
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br