Bezerro morre em trecho de terra da BR-174 em MT e caminhoneiros citam más condições da rodovia





Os caminhoneiros que trafegam pela BR-174 no noroeste de Mato Grosso têm sofrido com as más condições da estrada. São mais de 300 km de estrada de terra, por onde passa quase toda a produção agropecuária da região.
Os atoleiros formados na época de chuva têm dificultado o transporte de animais e leite. Em um dos trechos, um bezerro morreu por fome e sede.
Em nota, o Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) diz que apura quais são os pontos mais críticos para que seja feita a manutenção durante o período de seca e que planeja o asfaltamento da rodovia.
Os problemas na estrada atrasam a viagem dos caminhoneiros. Segundo o motorista Sebastião Carlos Braga de Araújo, ele é obrigado a parar a cada 30 minutos para conferir o estado dos animais.
“Aqui não é fácil, não. Muito buraco e a estrada é assim ruim e na chuva fica pior.
Nesta semana, por causa da cheia do Rio Vermelho, em Castanheira, a 780 km de Cuiabá, os motoristas enfrentaram a estrada encoberta pela água.
Por causa das condições da estrada, os motoristas estimam que levam um dia pra concluir o trajeto. Isso quando não ficam presos nos atoleiros.




fonte g1mt
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br