Preço da soja reage no Brasil





Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea, os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a terça-feira (29.01) com preços médios da soja subindo 0,27% nos portos, com as Tradings pagando (sobre rodas) cerca de R$ 77,46/saca. No interior, aproveitando as leves altas do farelo e do óleo durante a sessão (fecharam em queda) as indústrias também puderam oferecer preços 0,43% mais altos, a R$ 72,37/saca.

Como fatores formadores dos preços a T&F Consultoria Agroeconômica aponta o “Dólar, que fechou em forte queda de 1,14% nesta terça-feira, mas, durante o dia, chegou a subir 0,02%. Da mesma forma, [em Chicago] a cotação da soja para Março fechou em queda de 4,25 cents/bushel (ou 0,46% a $ 919,0), mas durante o pregão sua máxima chegou a estar quase no mesmo nível do dia anterior. Some-se a isto a alta de 10% ou 5cents/bushel para o contrato de março e de 1cent/bushel para Maio”. 
“Estas altas, porém, apenas amenizaram a queda de 3,38% em janeiro nos portos e de 2,33% no interior. As informações recebidas do interior nos reportam que, apesar da queda de CBOT e câmbio, os preços se sustentaram, porém, os produtores estão [de olho] na falta de chuva (que poderá fazer os preços subirem mais) e continuam fora das vendas”, complementa o analista da T&F Luiz Fernando Pacheco.
FUNDAMENTOS
O relatório de acompanhamento das lavouras divulgado pelo Deral-PR nesta terça-feira registrou que o estado já colheu 20% da safra 2018/19, contra zero na mesma época do ano passado. A condição das lavouras encontra-se 68% entre boas/excelentes, 25% em condição média e 7% em condição ruim. “Com relação à comercialização, o estado já negociou 19% do que espera produzir, contra 11% na mesma época do ano passado”, conclui Pacheco.



fonte agrolink

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br