Produção de milho deverá ser maior em 2019, mas estoques finais menores





Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção brasileira de milho poderá chegar a 90,95 milhões de toneladas em 2018/2019, considerando a primeira e a segunda safras.

Isto significa um aumento de 12,6% ou 10,16 milhões de toneladas a mais na comparação com a safra passada.

No entanto, a demanda pelo cereal deverá crescer mais que a oferta em 2019.

O consumo interno está estimado em 62,50 milhões de toneladas, frente as 59,84 milhões de toneladas este ano. O incremento é de 4,4% ou 2,65 milhões de toneladas.

No caso das exportações, a expectativa é de um aumento de 34,8% ou 8 milhões de toneladas a mais na comparação ano a ano. O país deverá embarcar 31 milhões de toneladas no ano que vem, frente as 23 milhões de toneladas previstas para 2018.

Ou seja, a produção deverá aumentar 10,16 milhões de toneladas, mas do lado da demanda o incremento é de 10,65 milhões, o que deverá reduzir os estoques finais na temporada atual.

A estimativa é de 13,17 milhões de toneladas ao final de 2018/2019, frente as 15,78 milhões de toneladas em estoques no final de 2017/2018 e as 17,25 milhões de toneladas em 2016/2017. 

Mesmo caindo nas duas últimas temporadas, os estoques são relativamente confortáveis em uma comparação com os anos anteriores.






FONTE SCOT CONSULTORIA 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br