Grupo armado invade fazenda para roubar agrotóxicos e troca tiros com PM






Policiais militares foram recebidos por tiros disparados por um grupo criminoso que invadiu uma fazenda em Diamantino (182 km de Cuiabá), na noite de sábado (09.11), para roubar defensivos agrícolas. Segundo relato do boletim de ocorrência, cerca de 10 homens renderam vários funcionários e seus familiares enquanto carregavam os produtos nos veículos. No decorrer da ação, 42 galões de agrotóxicos foram recuperados, quatro suspeitos presos em locais distintos, e um que acabou ferido na troca de tiros e não resistiu aos ferimentos.
Os suspeitos estavam posicionados para o ataque mediante qualquer sinal de ameaça aos seus planos. Os tiros começaram quando os policiais chegaram próximos de um barracão onde ficam os tratores, na fazenda Ronaldo Krohling. Diante da situação, os militares desceram da viatura e correram para as arvores para se protegerem do forte ataque e revidaram a injusta agressão. A troca de tiros teria durado cerca de 15 min, depois os indivíduos empreenderam fuga pelos fundos do barracão, alguns em um veículo Dodge preto e outros a pé pela mata, deixando no local um carro Parati prata.
O Dodge teve problemas com os pneus e ao parar para a troca, os suspeitos foram surpreendidos por viaturas da região que davam apoio a ocorrência. Os elementos efetuaram mais alguns tiros e fugiram em meio à plantação de soja no decorrer da madrugada. No amanhecer de domingo (11.11) um deles Devlyn Gloria Pereira, 26 anos, tentava pegar carona as margens da rodovia e se esconder entre arbustos, mas foi reconhecido como integrante da quadrilha.
Outro suspeito Tiago Franco de Lima, 29, acabou preso na cidade de Rosário Oeste. Com uma arma ele teria ameaçado um caminhoneiro para pegar carona.
Dois suspeitos ainda estariam pela plantação de soja, nos fundos da fazenda da vítima, próximo a mata, quando foram vistos pelo proprietário que mobilizou a polícia. Com o cerco policial, eles novamente atiraram contra os policiais e entraram na mata. Os militares revidaram com o objetivo de cessar a ação e ao entrar na mata encontraram um deles atingido no chão e com um revólver calibre 38, com quatro munições deflagradas e duas intactas. O outro Altamir Silva Freire, 29, fugiu pela vegetação e não foi localizado. Segundo os comparsas, o ferido seria Guilherme. Que foi socorrido para uma unidade de saúde de pronto atendimento em Nova Marilândia, onde chegou com vida segundo a enfermeira que o atendeu, mas não resistiu.
Marcelo Augusto Borges Leite, 23, foi detido na fazenda Santa Rita onde tentava apoio para fugir do local.
Os veículos foram apreendidos, assim como um revólver 38 e as munições e entregues na delegacia de polícia juntamente com os suspeitos. E 42 galões recuperados.
Eliana Bess | Assessoria/PMMT

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br