“A taxação tem que ser definida junto com o agro”, defende Wilson Santos





O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) declarou em entrevista, nesta manhã (27), à Rádio Centro América, que a taxação do agronegócio precisa ser construída em concordância com o setor.
“Nós temos que ouvir o contraditório, durante a audiência, que será realizada nessa semana vamos ouvir o técnico do IMEA Daniel Latorraca e representantes do setor. A taxação tem que ser construída com o agro, e tenho certeza que no ano que vem, eles já contribuirão”, declarou o parlamentar.



Nesta quinta-feira (29) será realizada uma audiência pública na Assembleia Legislativa, para debater a Taxação do Agronegócio no estado. A discussão foi solicitada por Wilson Santos, que informou que o ex-governador e senador eleito Jayme Campos (DEM), o deputado federal Carlos Bezerra (MDB) e o deputado estadual eleito Lúdio Cabral (PT) já confirmaram presença.

Conforme o parlamentar, o estado precisa construir algo definitivo e não continuações do Fethab 1 e 2.
“O Fethab nasceu com o Dante, depois o Taques criou o Fetabhe 2, mas o estado precisa de algo que seja definitivo. Cada estado tem uma matriz econômica diferente, a do nosso estado é baseado na agricultura, então o setor precisa contribuir”, defendeu o deputado.
Wilson também esclareceu que a cobrança de imposto aos agricultores não irá diminuir a produção no estado, como exemplo, o parlamentar citou o estado de Mato Grosso do Sul.
“Em Mato Grosso do Sul existe a taxação, supostamente diminuiria a produção, mas não diminuiu, só aumentou. Há 13 anos os produtores de MS pagam o ICMS e não houve uma diminuição”, informou Wilson Santos.
O parlamentar também defendeu que, além do governo garantir maior arrecadação para o estado, também precisa ampliar as fiscalizações e ser mais objetivo nos seus gastos.



FONTE MUVUCA POPULAR

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br