Soja despenca no Brasil com forte queda do Dólar





Os preços da soja despencaram no mercado brasileiro nesta segunda-feira (08.10): a pesquisa diária do Cepea registrou forte queda de 2,65% nos preços dos portos, que caíram ara R$ 91,60 e elevando as perdas de outubro da oleaginosa para 4,20%. Já no interior, queda de 1,92%, para R$ 85,91/saca, aumentando as perdas de outubro para 3,46%.



“Apesar de os prêmios da soja no Brasil terem subido significativamente (especialmente para safra nova) e Chicago ter subido apenas $ 1 cent/bushel, os preços brasileiros foram esmagados pela forte queda de 2,35% do dólar nesta segunda-feira, fruto do resultado do primeiro turno das eleições. É uma queda momentânea, até fevereiro, quando o novo governo terá que começar a implantar novas reformas e os incomodados começarem a fazer greves e paralisações gerais no país, afetando a economia”, comenta o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Fernando Pacheco.
Praticamente não houve movimentação de novos negócios em todo o país neste início de semana. De acordo com Pacheco, isso ocorre por várias razões: “Primeiro, a maioria dos agricultores já venderam quantidades expressivas da safra 2017/18 e estão bem capitalizados, assim como já fixaram (bons) preços para a safra 2018/19, o que os deixa mais ou menos tranquilos”.
“Segundo, porque ainda tem muito milho para vender, na eventualidade de necessitarem mais dinheiro. Terceiro, o clima nas regiões produtoras de soja dos EUA continua a preocupar o mercado, evitando grandes quedas nos preços e dando esperança de que pode haver nova elevação das cotações a médio e longo prazos. Então, em todo o país, a postura dos sojicultores hoje, foi ficar fora de mercado. Preferiram vender milho, em algumas regiões do MS”, conclui.




FONTE AGROLINK

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br