Soja cai no Brasil apesar de alta do Dólar





As cotações de soja caíram 1,44% nos portos brasileiros (para R$ 90,04/saca) e 0,98% no interior do país, para R$ 84,04/saca, segundo a pesquisa diária do Cepea. Com isto, as perdas da soja em outubro atingiram 5,84% nos preços de exportação e 5,56% nos preços pagos pelas indústrias esmagadoras.


De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a queda de 1,96% nas cotações da Bolsa de Chicago superaram com folga a alta de 1,16% do câmbio no Brasil. “Os preços continuam com as mesmas bases, os produtores ainda insatisfeitos com os patamares, mas começando a crer nesses novos níveis eaté aceitando a possibilidade de cair ainda mais com a iminente eleição do Bolsonaro”, disse um corretor à T&F.
Segundo o analista Luiz Fernando Pacheco, este é o sentimento geral do mercado: “Para os próximos meses, os preços da soja estarão fortemente atrelados às flutuações do dólar no Brasil, ao clima nos Estados Unidos e à maior ou menor demanda da China por soja americana porque, como praticamente acabou a soja brasileira e o pouco que resta não está entusiasmando os produtores a vender por causa do dólar, resta aos chineses repensar a situação de disputa com os EUA e tentar uma estratégia para conseguir driblar as taxas impostas pelo governo”.
O especialista que haveria a possibilidade de o dólar voltar para níveis acima de R$ 4,00 se a implantação de reformas do novo governo gerarem protestos e convulsão social no país. Além disso, Chicago poderia subir se os problemas climáticos hoje existentes sobre a safra americanas, de excesso de chuva e neve, se intensificarem e ainda se houver problemas de seca sobre a safra brasileira de soja. Tudo isso poderia levar os preços da soja de volta aos patamares de R$ 80,00/interior para a próxima safra.



FONTE AGROLINK

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br