Preço da soja cai mais de 6% no mês





A pesquisa diária do Cepea registrou queda de 0,52% nos preços oferecidos pelos exportadores pela soja nos portos brasileiros e de 0,86% nos preços pagos pelas indústrias nas praças do interior do País. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, os preços da soja já caíram 6,33% nos portos e 6,37% no interior em outubro.



Na última sexta-feira (19.10) a queda foi dupla: de 0,28% do Dólar frente ao Real no Brasil e de 0,78% na Bolsa de Chicago. Apesar disto, os prêmios permaneceram inalterados para os meses de novembro, dezembro e fevereiro. Caíram US$ 5 cents/bushel para março e US$ 2cents para abril, mas subiram US$ 7 cents para maio, principal mês de referência para a soja brasileira.
“Os dois problemas da exportação de soja brasileira, hoje, são o dólar, que caiu quase 12% nos últimos 40 dias e a pouca disponibilidade de volumes de safra velha. O primeiro afasta os vendedores e o segundo afasta os compradores. Com relação aos subprodutos, os preços do farelo de soja caíram na maioria das praças e os preços deo óleo de soja permaneceram estáveis na maioria delas”, comenta o analista da T&F Luiz Fernando Pacheco.
Na ronda dos estados, aponta a Consultoria, percebe-se a queda dos preços e o desinteresse dos vendedores. No RS, a semana foi “muito calma, com poucos negócios reportados”. Em SC o maior interesse é por farelo de soja, muito demandado pelas muitas indústrias de carne. No PR o mercado ficou muito travado em todo o estado, com alguns negócios pontuais – um cenário muito semelhante ao do MS, nesta semana de queda do Dólar e de Chicago.




fonte agrolink 

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br